Clique e assine por apenas 5,90/mês

Izabella Camargo faz acordo milionário para deixar a Rede Globo

Jornalista foi demitida e entrou na Justiça por complicações de saúde; resolução envolve silêncio sobre o caso

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 14 fev 2020, 15h50 - Publicado em 20 nov 2019, 14h38

A jornalista Izabella Camargo e a Rede Globo preparam um acordo para encerrar o vínculo trabalhista da apresentadora, que entrou na Justiça após ser desligada da empresa em 2018.

A resolução incluiria uma indenização em danos morais de 1 milhão de reais e o silêncio de Izabella, que não poderá mais dizer que passou a sofrer de síndrome de burnout em decorrência do trabalho na emissora. O caso foi revelado nesta quarta (20) pelo jornalista Ricardo Feltrin, do UOL.

Izabella foi demitida no ano passado e acabou reintegrada à empresa — após determinação da Justiça — em junho. Ao tentar retomar as atividades, não foi autorizada a entrar no prédio, só conseguiu acessar o local acompanhada de um oficial de Justiça. Após o ocorrido, passou a trabalhar no portal G1Recentemente, por conta dos trâmites judiciais, a reportagem apurou que a jornalista parou de frequentar a redação, mas segue fazendo parte da empresa.

O acordo ainda requer a homologação na 24ª Vara do Trabalho, em São Paulo. Procurado pela Vejinha, o advogado de Izabella, Kiyomori Mori, afirmou que o processo ainda está em andamento e que não comentará o caso.

+ OUÇA O PODCAST #SPsonha:

Continua após a publicidade
Publicidade