Cartas da edição 2554

A opinião do leitor

Capa

Dizem que estamos indo para a casa dos mais de 100 anos e precisamos chegar lá com tudo em cima (“O melhor da cidade para quem tem mais de 60”, 1º de novembro). As pessoas da chamada terceira idade estão mais ativas e bem informadas para se manter afastadas das doenças e dos hospitais. Antônio José Gomes Marques, via Facebook

Na maioria das vezes, as baladas para pessoas com mais de 50 anos são só “jantares dançantes”. Mas existe um público que gosta de rock, pratica esportes e não se encaixa mais na turma do jantar dançante. Ana Maria Almeida, via Instagram

Algumas das opções têm preço salgado. São para maiores de 60 anos com dinheiro no bolso. Sandra Rodrigues, via Facebook

Estou com 64 anos e já aproveito várias dessas dicas. Nessa idade, temos o direito de brincar com a vida, pois a enxergamos de outra maneira. Pericles Carrocini

Mistérios da Cidade

É um pecado um prédio como o Edifício Martinelli estar caindo aos pedaços (“Museu panorâmico”, 1º de novembro). Fui à cobertura no ano passado, e ela se encontrava abandonada. Que haja logo a tão esperada restauração. Lara Amadeu, via Facebook

Que show a iniciativa da reforma! O prédio é lindo, um marco da arquitetura da cidade. Evani Pinto Magalhães, via Facebook

Museu do Ipiranga

O espaço é um dos poucos lugares históricos que sobraram em São Paulo (“O dilema do Ipiranga”, 1º de novembro). Espero que seja restaurado. Está mais do que na hora de os brasileiros preservarem suas memórias. Matheus Copat, via Facebook

Todo esse gasto poderia ter sido evitado com a manutenção correta. Não adiantará nada uma nova reforma se depois deixarem o museu ao relento outra vez. Fábio Hilário, via Facebook

Segurança no Morumbi 

Não sei por que chamam o Morumbi de bairro nobre (“Bairro sob tensão”, 1º de novembro). É só violência desde sempre. Rodrigo Furtado, via Facebook

É uma vergonha que os moradores, além de pagar impostos, tenham de tirar dinheiro do próprio bolso por medidas extras de segurança. Cristiane Felix, via Facebook

Exposição no Masp

A mostra Histórias da Sexualidade tem obras belíssimas (“A beleza da sexualidade”, 1º de novembro). Merece uma visita. Ildo Storer Netto, via Facebook

Teatro 

Assisti a Hebe, o Musical e me emocionei com o que foi apresentado (“Uma Hebe genuína em cena”, 1º de novembro). Ótimos atores, direção e texto, além de figurinos lindíssimos. Saí feliz do teatro. Alessandro Voltarelli Guinossi, via Facebook

O texto é perfeito, um belíssimo final para uma diva. Mariusa Bondezan, via Facebook

Mário Viana

Em tempos de pouca empatia e muita pressa e olhos atentos ao celular (ou ao próprio umbigo), as relações ficam superficiais (“Bons modos em crise”, 1º de novembro). Interessante a crônica. Davi Rodriguez Ruivo Fernandes, via Facebook

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s