Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cantaloup completa quinze anos com bem-vindas mudanças no menu

À frente dos fogões desde o ano passado, o chef alagoano Valdir de Oliveira vem aos poucos imprimindo sua marca

Por Arnaldo Lorençato e Helena Galante Atualizado em 5 dez 2016, 17h32 - Publicado em 16 dez 2011, 23h50

Em meio à turbulenta onda de restaurantes que abrem e fecham na cidade, chegar aos quinze anos de funcionamento é notável. No caso do contemporâneo Cantaloup, no Itaim, a boa forma da cozinha deixa a comemoração do aniversário ainda melhor. Para alcançar esse feito, a casa de ambiente bem iluminado do empresário Daniel Sahagoff faz alterações no cardápio sem nunca perder o padrão de qualidade.

+ Receita de ovo mollet do Cantaloup

+ Receita de ceviche de atum do Cantaloup

À frente dos fogões desde o ano passado, o chef alagoano Valdir de Oliveira vem aos poucos imprimindo sua marca. Antes assado em posta e servido com purê de inhame, o bacalhau ganhou uma versão em pedaços grossos cozidos a vácuo e dispostos sobre purê de batata. Uma delicada farofa de broa portuguesa gratinada finaliza a pedida. Entre as carnes, encanta o cordeiro em crosta de amêndoa guarnecido de risoto de cogumelos. De entrada, continua imbatível o ovo mollet. No jantar de Natal, Oliveira prepara um menu completo. As opções principais são peru recheado de castanha-portuguesa, risoto de lagostim e ravióli de queijo taleggio. Para brindar, recomenda-se o espumante Chandon Excellence Brut Cuvée Prestige. Fecha no domingo (25) e reabre dia 3 de janeiro para o jantar.

Continua após a publicidade
Publicidade