Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Barbara Demerov Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Site da Coreia do Norte se pronuncia sobre Round 6: “sociedade bestial”

Portal do país, governado por ditadura, divulgou texto com observações sobre a produção de sucesso da Netflix

Por Redação VEJA São Paulo 15 out 2021, 15h19

Um site norte-coreano postou um texto sobre a série da Netflix Round 6, que fez estrondoso sucesso desde o seu lançamento. A produção sul-coreana, que retrata um jogo bizarro onde pessoas endividadas morrem em busca de um prêmio multimilionário, foi alvo de um portal apoiador da ditadura de Kim Jong-un.

O site de propaganda do regime Arirang Meari diz que a série mostra uma “sociedade desigual onde pessoas sem dinheiro são tratadas como peças de xadrez para ricos”, de acordo com o jornal O Globo. O texto afirma que a produção é um retrato da cultura capitalista, onde “corrupção e canalhas imorais são comuns”.

“A série faz as pessoas perceberem a triste realidade da sociedade bestial sul-coreana, na qual os seres humanos são levados à extrema competição e sua humanidade vai sendo exterminada”, diz o site.

Com o sucesso da produção no Brasil, a Netflix divulgou na quinta (14) uma versão da música Melhor Eu Ir, de Péricles, tocada por um conjunto de pagode sul-coreano, com direito a imagens de Round 6 ao fundo. Confira:

View this post on Instagram

A post shared by Netflix Brasil (@netflixbrasil)

Continua após a publicidade

Publicidade