Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Le Bilboquet deve abrir até o fim de julho com Julien Mercier como chef-consultor

Mais um bistrô importado de Nova York está desembarcando na cidade, como aconteceu com o Bagatelle. Até o fim de julho deve abrir as portas o Le Bilboquet, que tem entre os sócios Ricardo Mansur e o Roger Rodrigues. Ricardo, ou melhor Rico como ele prefere ser chamado, também é um dos donos de outros […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 27 fev 2017, 01h02 - Publicado em 29 jun 2013, 13h11

Mercier: “Farei as mesmas receitas de Nova York” (Foto: Arnaldo Lorençato)

Mais um bistrô importado de Nova York está desembarcando na cidade, como aconteceu com o Bagatelle. Até o fim de julho deve abrir as portas o Le Bilboquet, que tem entre os sócios Ricardo Mansur e o Roger Rodrigues. Ricardo, ou melhor Rico como ele prefere ser chamado, também é um dos donos de outros endereços de sucesso Jardins, como a Brasserie des Arts e o Brown Sugar. O novo restaurante fica na Rua Vittorio Fasano, 47, bem em frente ao hotel Fasano e quase vizinho do Alucci Alucci, também nos Jardins.

Le Bilboquet: em fase de finalização para estrear na segunda quinzena de julho no endereço antes ocupado pela loja de moda feminina Marina Rinaldi – Max Mara (Foto: Arnaldo Lorençato)

O Le Bilboquet, nome de um antigo brinquedo francês, replicará o menu da matriz americana, que se encontra fechada desde o início do ano. Famosa pelo clima de balada e pelas receitas tradicionais francesas, a casa nova-iorquina está de mudança de seu endereço original – 25 East 63rd Street, entre Madison Avenue e Park Avenue. Continua no Upper West Side, mas algumas quadras mais ao sul (22 East 60th Street). O motivo da mundança é ganhar mais espaço. Salta de 35 para 100 lugares, como noticiou a imprensa americana. Um dos novos investidores nos Estados Unidos é o bilionário Ronald Perelman, que terá como parceiro no negócio o guitarrista Eric Clapton.

Em São Paulo, quem cuidará da receitas neste primeiro momento é o francês Julien Mercier. Contratado como chef-consultor, Mercier, 31 anos, mudou-se para a cidade em 2008, quando integrou a equipe da rede de hotéis Caesar Park. Desde janeiro de 2012, trabalha com Rodrigo Oliveira no Engenho Mocotó, ateliê e liceu culinário de Oliveira no piso superior do sempre lotado Mocotó. Mercier terá como subchef Thiago Saldiva, ex-titular do Lupercio, de onde saiu no início deste mês.

Continua após a publicidade

No cardápio, haverá clássicos como o steak tartare em várias versões. “O nosso será tão bom ou melhor que o do Jacquin, o melhor da cidade hoje”, brinca Mercier, ao se referir ao chef Erick Jacquin, dono do La Brasserie e do Tartar&Co. O cardápio trará ainda a famosa galinha cajun, um peito de frango preparado com temperos típicos da Louisiana. “Só não teremos o coquetel de siri e o cod fresco, já que a matéria-prima aqui não tem a mesma qualidade que a americana”, revela Mercier. Na próxima semana, devem ser iniciados os testes dos pratos. Para tomar conta da carta de drinques, foi convidado o barman Marcelo Vasconcelos, ex-Clos de Tapas.

Mercier com o subchef Saldiva: “Começaremos a testar os pratos” (Foto: Arnaldo Lorençato)

Durante a inauguração, está prevista a presença do chef-executivo de Nova York, Julien Jouhannaud que deve chegar no dia 3 de julho, junto do dono da marca, o também francês Philippe Delgrange. O cozinheiro, que deu expediente no badalado Adour, de Alain Ducasse, no ano passado, está reformulado parte do cardápio nos Estados Unidos, onde há uma filial em Dallas. Ele é uma espécie de garantia de que o Le Bilboquet, tanto as unidades de lá quanto a paulistana, será mais gourmet.

A conferir.

Vasconcelos: responsável pelos drinques (Foto: Arnaldo Lorençato)

Continua após a publicidade
Publicidade