Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

10 mensagens emocionantes para compartilhar no Dia das Mães

Poemas, letras de músicas e dizeres inspiradores para declarar amor a quem sempre cuidou de você

Por Redação VEJA São Paulo 7 Maio 2021, 11h04

Em muitos países ao redor do mundo, inclusive no Brasil, no próximo domingo (9) celebra-se o Dia das Mães. Em tempos de perdas irreparáveis, percebemos o quão valioso é celebrar a vida de quem amamos.

Abaixo, versos, letras de músicas, poesias e frases de grandes autores para que você compartilhe com a sua mãe ou outras pessoas queridas. São mensagens de amor, zelo e fraternidade.

Esperando Na Janela, Cogumelo Plutão

(…)
Você é a espera na janela
A ave que vem de longe tão bela
A esperança que arde em calor
Você é a tradução do que é o amor
(…)

Mãe, Fábio Jr.

(…)
Mãe teu infinito amor
Eterno amor é tão profundo
Mãe, você parece às vezes
Que é mãe de todo mundo
Mãe agora aqui diante de você declaro
Minha vida fica mais bonita
Com você do lado, do meu lado
Te amo tanto, tanto e te agradeço sempre
E sempre que eu puder eu estarei por perto
Claro
Mãe

Dona Cilda, Maria Gadú

De todo o amor que eu tenho
Metade foi tu que me deu
Salvando minh’alma da vida
Sorrindo e fazendo o meu eu
(…)

Como É Grande o Meu Amor Por VocêRoberto Carlos

(…)
Como é grande o meu amor por você
Nunca se esqueça, nem um segundo
Que eu tenho o amor maior do mundo
Como é grande o meu amor por você

Para Sempre, Carlos Drummond de Andrade

Por que Deus permite
Que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite
É tempo sem hora
Luz que não apaga
Quando sopra o vento
E chuva desaba
Veludo escondido
Na pele enrugada
Água pura, ar puro
Puro pensamento
Morrer acontece
Com o que é breve e passa
Sem deixar vestígio
Mãe, na sua graça
É eternidade
(…)

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Continua após a publicidade

Mãe, Mario Quintana

Mãe… São três letras apenas
As desse nome bendito;
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito.

Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer.

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do céu
E apenas menor que Deus!

As Três Experiências, Clarice Lispector

Há três coisas para as quais eu nasci e para as quais eu dou a minha vida. Nasci para amar os outros, nasci para escrever, e nasci para criar meus filhos. (…) Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca (…).

Minha mãe, Vinicius de Moraes

Minha mãe, minha mãe, eu tenho medo
Tenho medo da vida, minha mãe.
Canta a doce cantiga que cantavas
Quando eu corria doido ao teu regaço
Com medo dos fantasmas do telhado.
Nina o meu sono cheio de inquietude
Batendo de levinho no meu braço
Que estou com muito medo, minha mãe.
Repousa a luz amiga dos teus olhos
Nos meus olhos sem luz e sem repouso
Dize à dor que me espera eternamente
Para ir embora. Expulsa a angústia imensa
Do meu ser que não quer e que não pode
Dá-me um beijo na fronte dolorida
Que ela arde de febre, minha mãe.
(…)

Mãe, Sérgio Capparelli

De patins, de bicicleta
de carro, moto, avião
nas asas da borboleta
e nos olhos do gavião
de barco, de velocípedes
a cavalo num trovão
nas cores do arco-íris
no rugido de um leão
na graça de um golfinho
e no germinar do grão
teu nome eu trago, mãe,
na palma da minha mão.

Fico Assim Sem Você, Claudinho & Buchecha

(…)
Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo
(…)

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Continua após a publicidade
  • Continua após a publicidade
    Publicidade