Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

La Casserole ganhará um filhote

Ainda demora. Mas a novidade é boa. O tradicional restaurante francês La Casserole ganhará uma filial bem mais simples ali mesmo no Largo do Arouche. Antes de falar do Café La Casserole, nome provisório, aproveito para contar que não é a primeira vez que a restauratrice Mari-France Henry monta um segundo negócio. No início da […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 26 fev 2017, 16h31 - Publicado em 23 Maio 2015, 16h43
No térreo do futuro BK30: café em estilo retrô

No térreo do futuro BK30: café em estilo retrô

Ainda demora. Mas a novidade é boa. O tradicional restaurante francês La Casserole ganhará uma filial bem mais simples ali mesmo no Largo do Arouche. Antes de falar do Café La Casserole, nome provisório, aproveito para contar que não é a primeira vez que a restauratrice Mari-France Henry monta um segundo negócio. No início da década passada, ela ensaiou uma expansão com o Marie, na Rua Araçarari, no Itaim Bibi. Misturavam-se ali uma culinária mais autoral com pratos clássicos. Embora ótimo na proposta, o Marie não vingou.

+ Os 60 anos do La Casserole

O bistrozinho ficará no térreo de um prédio de apartamentos, o BK30, que será erguido no cabalístico número 77 do Largo do Arouche. O empreendimento de alto padrão acaba de ser lançado e a previsão da entrega é 2018. Conversei com Leo Henry, filho de Marie-France, que ajuda na administração do restaurante fundado por seus avós, Touna e Roger Henry. “Por enquanto, ainda não temos uma definição precisa. Estamos desenvolvendo os conceitos”, diz.

O jovem de 24 anos adianta que a ideia é ter um ambiente retrô, estilo anos 50, mas com um serviço totalmente diferente do Casserole. Será mais informal e com um cardápio mais simples. “Pensamos em oferecer, inclusive o café da manhã”.

Continua após a publicidade

+ Eataly: um tour em vídeo

Com espaço de 40 e 50 metros quadrados, terá mesas distribuídas pelo salão, mezanino e área externa. Como se trata de um espaço reduzido, haverá no máximo 30 lugares. Ou seja, realmente um petit bistrot. A ideia é ter um ou dois pratos do dia, como o entrecôte ao molho béarnaise com fritas rústicas e a omelete com ervas finas servida com salada, além de sanduíches como o tradicional croque monsieur e quiches, tudo em um estilo mais rápido de ser expedido pela cozinha.

Leo ao lado da mãe, Marie-France: terceira geração (Foto: Tadeu Brunelli)

Leo ao lado da mãe, Marie-France: terceira geração (Foto: Tadeu Brunelli)

+ Chef americano Mario Batali, sócio do Eataly, explica a polêmica no Maní
+ Receita: pudim de leite, do chef Alberto Landgraf
+ Mapa do Eataly: o shopping gastronômico andar por andar
+ Uma surpresa na estreia do MasterChef

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter.

Continua após a publicidade
Publicidade