Jun Sakamoto abrirá restaurante mais simples no Iguatemi

O sushiman Leonardo Jun Sakamoto se prepara para abrir uma versão mais simples de seu premiado restaurante no Shopping Iguatemi. Conversei com ele nesta semana. Veja os principais trechos de nosso papo: JunJi O nome pode ser traduzido como Jun Júnior ou filho do Jun, numa referência ao Jun Sakamoto, que tenho em Pinheiros. + Leia nota […]

Sakamoto: em versão mais simples (Foto: Wanezza Soares)

Sakamoto: em versão mais simples (Foto: Wanezza Soares)

O sushiman Leonardo Jun Sakamoto se prepara para abrir uma versão mais simples de seu premiado restaurante no Shopping Iguatemi. Conversei com ele nesta semana. Veja os principais trechos de nosso papo:

JunJi

O nome pode ser traduzido como Jun Júnior ou filho do Jun, numa referência ao Jun Sakamoto, que tenho em Pinheiros.

+ Leia nota no Terraço Paulistano sobre a abertura do JunJi
+ Tudo sobre o teste da Paçoquita versus a Nutella

Inspiração para a abertura

Trabalho no hospital Santa Cruz, onde sou diretor vice-presidente. Comecei a participar da gestão cerca de três anos atrás. Percebi que tinha muita gente de lá que me admirava e admirava meu trabalho [de sushiman], mas não conhecia o restaurante. Quando era jovem e não tinha grana, dava um jeitinho e ia comer em restaurantes em que achava que a comida era boa e cara. No hospital, notei que tem muita gente que não tem o hábito de ir a restaurantes mais caros. Há gente que sente até uma certa vergonha nesse tipo de lugar. Desde então, venho levando gente do hospital, de setores como a hotelaria e a enfermagem, para conhecer o Jun. A partir daí, pensei em fazer um produto mais descontraído, mais barato. O importante era manter a qualidade da matéria-prima.

+ Restaurante francês com cozinha de bistrô faz refeição completa a 34,50 reais
+ 10 pizzarias com redondas de dar água na boca

Sócios

Tinha problemas na administração da Hamburgueria  Nacional e estava atrás de novos sócios. Fui falar com o Toninho Abdalla para se juntar a mim na hamburgueria. Isso porque ele sempre me cantava para abrir um restaurante em Nova York, achava que meus sushis seriam um sucesso lá. Então por que não participar da hamburgueria? Acabou que nesse tempo encontrei outros parceiros [na Hamburgueria Nacional, Sakamoto está associado aos empresários Roger Karman e o italiano Marco Ceresa, que foi um dos proprietários do D.O.M.]. Como já tinha conversado com o Toninho, ele me falou do ponto que tinha no Shopping Iguatemi, onde funcionava uma loja de caviar da Pretossian. Por causa com um problema com o registro da marca, ele não conseguiu renovar com a Petrossian e o lugar ia ficar vago. A filha dele, a Patricia, se tornou minha sócia junto com o  Carlos Alberto Paes Barreto, dono da [rede de fast-food] Baked Potato. O Toninho, o pai do negócio, me pegou com essa ideia de fazer um produto mais simples e de um giro maior, mas mantendo a qualidade dos ingredientes.

+ Aprenda a fazer o tiramisu original. É  bico!
+ 50 menus executivos por até 50 reais

Investimento

Como o ponto já existia, o nosso investimento foi só com a obra de reforma da loja, cerca de 1,5 milhão de reais.

+ Conheça o restaurante com a mais bela vista de São Paulo
+ Descubra cinco restaurantes mundo afora com visuais de ofuscar a retina

Salão

Temos capacidade para atender 7o pessoas, mas inicialmente funcionaremos com 50 lugares. Vamos abrir todos os dias almoço e jantar. Como ficamos no boulevard gastronômico, teremos uma varanda.

+ Helena Rizzo, do Maní, é a melhor chef do mundo
+ Ranking com os melhores rodízios de comida japonesa de São Paulo

Cardápio

Não terá combinados, mas terá sashimi. Haverá vários pratos que tenho no Jun Sakamoto, entre eles o yakissakana, a merluza missoyoaki e os teppan-yaki de carne e de coxa e sobrecoxa de frango, mas nada de peito sem sabor. Faremos inclusive teishokus [as tradicionais refeições montadas em estilo executivo]. No balcão, ficará o José que trabalha comigo no Jun [José Francisco de Araújo, paulista de Presidente Prudente e braço-direito de Sakamoto].

+ Quer saber onde almoçar ou jantar? Veja a lista de restaurantes selecionados
+ Para bancar o chef: as receitas de VEJA SÃO PAULO

Tíquete médio

Será entre 100 a 120 reais. No Jun, o gasto gira em torno de 250 reais por pessoa.

+ Receita: cheesecake de Nutella
+ Saiba todos os detalhes da abertura do primeiro Red Lobster paulistano

Inauguração 

A previsão é primeira semana de novembro.

A conferir

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s