Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Cozinha do Lorençato convida Viviane Gonçalves

Responsável pelo ChefVivi, melhor variado da cidade, a profissional do ano pelo COMER & BEBER revela detalhes da trajetória, como a passagem pela China

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 13 Jan 2020, 18h09 - Publicado em 10 Jan 2020, 00h10

Uma convidada duplamente premiada é a minha entrevistada do 31º episódio do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia. Estou falando de Viviane Gonçalves, cozinheira que levou na mais recente edição de VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER o título de chef do ano e também o prêmio de melhor restaurante variado pelo ChefVivi, na Vila Madalena. Entre os profissionais reconhecidos como revelação, Viviane é a primeira a se tornar a número 1, campeã da categoria.

Nesse saboroso bate-papo, Vivi conta sobre sua trajetória, que começou lá atrás em São José dos Campos, cidade do interior de São Paulo onde nasceu, até montar a casa premiada, em 2011.

A chef do ano de 2019/2020: primeira profissional a levar o título depois de ter sido premiada como revelação Tatiane Rosset/Veja SP

A cozinheira ainda dá detalhes sobre suas passagens por Inglaterra e China, fundamentais para a construção da culinária do ChefVivi como é hoje. No país asiático, ela foi sócia do Alameda, consagrado três vezes o melhor restaurante de cozinha internacional de Pequim pela revista That’s Beijing.

O ChefVivi é que nem coentro, quem gosta, gosta muito, quem não gosta não gosta mesmo. Não consigo agradar todos os paladares

Viviane Gonçalves

Amante dos vegetais, Vivi revela como começou a prestar mais atenção nos ingredientes da terra e dá detalhes sobre a horta que está montando no quintal da própria residência, que vai ajudar a abastecer o restaurante. “O ChefVivi é que nem coentro, quem gosta, gosta muito, quem não gosta não gosta mesmo. Não consigo agradar todos os paladares”, afirma a chef. 

Continua após a publicidade

Para ouvir a conversa inteira e, de quebra, descobrir a receita de uma apetitosa panacota de beterraba, dá o play no YouTube, no Spotify, no Deezer ou aqui:

 

Publicidade