Chef Paola Carosella, do Arturito, abre casa de empanadas

Sem alarde, a La Guapa Empanadas Artesanais e Café vem sendo gestada desde agosto do ano passado e encontra-se quase pronta para a inauguração. Por preciosismo com os detalhes, seus proprietários devem esperar até o início de maio para fazer a abertura.  A nova casa ficará na Rua Bandeira Paulista, a dois passos da Joaquim […]

Carosella: entre o Arturito e o La Guapa, a casa de empanadas

Carosella: entre o Arturito e o La Guapa, a casa de empanadas

Sem alarde, a La Guapa Empanadas Artesanais e Café vem sendo gestada desde agosto do ano passado e encontra-se quase pronta para a inauguração. Por preciosismo com os detalhes, seus proprietários devem esperar até o início de maio para fazer a abertura.  A nova casa ficará na Rua Bandeira Paulista, a dois passos da Joaquim Floriano.

+ Para bancar o chef: as receitas de VEJA SÃO PAULO

Por trás da empanaderia, esconde-se um dos nomes mais cintilantes da gastronomia paulistana: a argentina Paola Carosella, premiada chef do ano pela edição especial “Comer & Beber” de 2010. Seu restaurante, o Arturito, em Pinheiros, levou o troféu de melhor variado em 2009 e 2010. Na montagem da nova casa, ela se associou a Benny Goldenberg, proprietário do Mangiare Gastronomia, na Vila Leopoldina – desde janeiro, o empresário também se tornou sócio de Paola no Arturito, no qual tem 15% de participação e responsabilidade cuidar da administração do restaurante.

O logotipo da loja  que será inaugurada no Itaim em maio

O logotipo da loja que será inaugurada no Itaim em maio

A La Guapa Empanadas Artesanais e Café terá um menu enxuto e muito barato. Cada uma das sete versões de empanadas, reunidas em um cardápio que você confere com exclusividade no fim desta nota, deve custar 6,30 reais. “Só não quero que chamem nosso produto artesanal de gourmet”, protesta Paola, para fugir desse rótulo desnecessário e banalizado.

Só não quero que chamem nosso produto artesanal de gourmet

Paola e o sócio Goldenberg: apenas sete empanadas (Fotos: Lucas Lima e divulgação)

Paola e o sócio Goldenberg: apenas sete empanadas (Fotos: Lucas Lima e divulgação)

Tudo será produzido na loja de apenas 80 metros e com capacidade para no máximo vinte lugares. Os salgados serão fechados diariamente e assados na hora do pedido. Paola conta ainda que fará uma salada com folhas orgânicas e três doces: o sorvete de doce de leite que serve no Arturito, o tabletón mendocino (uma espécie de mil-folhas) e um alfajor de massa de chocolate com recheio de noz-pecã. Para beber, haverá café e taças de vinho.

Salteña de carne, batata, ovo caipira e azeitona (Foto: Mario Rodrigues)

Salteña de carne, batata, ovo caipira e azeitona (Foto: Mario Rodrigues)

“Montamos a loja do zero”, conta Goldenberg. “Não havia comércio de comida no local.” Responsável pelos números, ele contabiliza um investimento baixo, entre 50 e 60 mil reais. Também adianta que esse é um dos vários modelos desenvolvidos para o novo negócio, para o qual tem planos ambiciosos. “Pretendemos replicar essa primeira unidade, já que foi projetada para uma expansão e pode ter muitos outros formatos. Até o final de 2014 teremos quatro ou cinco lojas na cidade.”

Confira o menu de estreia:

Cardápio de inauguração

Cardápio de inauguração com recheios e formatos de cada salgado

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Marcelo Cruz

    Fiz a estréia com minha filha Ana de 16 anos e sua amiguinha japonesa em visita ao Brasil. Saímos de lá encantados pela delicadeza dos sabores…. Ponto alto (para meu paladar) às PUCACAPAS!!! As meninas? Minha filhota criou um “diálogo” com CREMOSAS DE ESPINAFRE. Enquanto nossa visitante se deliciou “NAS” SANTEÑAS. Hummm já estamos voltando… !