Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Peruano Ama.zo fica no jardim de uma casa centenária; leia a minha crítica

O menu tem receitas de Enrique Paredes, chef do afamado Barrakhuda, em Lima

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 14 Sep 2019, 14h10 - Publicado em 6 Sep 2019, 06h00

O bairro dos Campos Elíseos, maltratado como toda a região central da cidade, ainda guarda ecos de um passado de glórias. Alguns antigos palacetes permanecem de pé como testemunho de um distante tempo de bonança. Em um deles, a centenária Casa de Don’anna, desenhada por Ramos de Azevedo (responsável pela arquitetura do Mercadão), fica o peruano Ama.zo — Cozinha Peruana.

Arroz norteño: com frutos do mar e gema de ovo Ricardo D'Angelo/Veja SP

O restaurante não se situa no interior do imóvel, mas em seu belo jardim de jabuticabeiras, protegido por um telhado translúcido quase imperceptível.

Dos mesmos investidores do ótimo Lilu, tem menu com receitas de Enrique Paredes, que comanda o afamado Barrakhuda, em Lima. Prepare-se para uma explosão de sabores.

Chicharón de lula: anéis crocantes e apimentados com fritas Ricardo D'Angelo/Veja SP

O mar predomina, embora se possa começar a refeição com os patacones, discos de banana-da-terra fritos e cobertos por lagarto desfiado, salsa criolla mais creme de mandioca (R$ 26,00).

Continua após a publicidade

Também há apetitosos anéis de lula crocantes apimentados com fritas rústicas (R$ 36,00). Rico em coentro, muito coentro, o cremoso arroz norteño chega com frutos do mar e uma gema crua para ser misturada pelo cliente (R$ 62,00).

Suspiro limeño: versão desconstruída com doce de leite Ricardo D'Angelo/Veja SP

Quem já conhece o suspiro limeño vai se surpreender com a versão desconstruída de Paredes, preparado com doce de leite feito na casa, placas de suspiro com toque picante de togarashi, praliné de castanhas e sorvete de chocolate (R$ 18,00).

Só decepcionou o ceviche (R$ 49,00) provado em uma das minhas visitas. Pedi a versão em trio de receitas, que inclui o clássico de peixe branco. Além de virem pescados sem vivacidade, todos estavam com excesso de milho por baixo.

Ama.zo
Rua Guaianases, 1149, Campos Elíseos, tel. 99560-4321.
Terça a sexta das 12h às 15h30; sábado e domingo das 12h às 16h30.
Clique aqui para saber todos os detalhes.

Avaliação: BOM (três estrelas)

Continua após a publicidade

Confira o cardápio:

Divulgação/Divulgação

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato
Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma
+ O tiramisu original
+ O melhor petit gâteau do Brasil

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade