Comidinhas

Quinze endereços para comer deliciosas versões de churros

Em docerias, bares e restaurantes da cidade, a guloseima pode ganhar a companhia de doce de leite, calda de chocolate, calda de framboesa e até sorvete

Por: Redação Veja São Paulo - Atualizado em

Churros recheados, polvilhados de açúcar e canela, fazem parte daquelas comidinhas nostálgicas, que despertam lembranças da infância a cada mordida. Hoje em dia, além do tubo de massa frita tradicional, que é preenchido por um recheio e vendido por barracas em vários pontos da cidade, o doce passou a integrar o cardápio de bares e restaurantes da cidade em diferentes versões. 

A receita que se popularizou por aqui é uma adaptação do churro à espanhola, sem recheio. Lo país europeu ele acompanha uma xícara de chocolate quente bem denso; em São Paulo, costuma chegar à mesa ao lado de potinhos de doce de leite ou calda de chocolate. Qualquer que seja a versão, a ideia é se lambuzar sem medo de ser feliz. A seguir, confira quinze endereços que preparam boas versões de churros:

La Churreria - churros
La Churreria: churros ao estilo espanhol (Foto: Lucas Lima)

A Casa do Churro: os churros são sempre fritos em óleo de soja na hora. Com recheio de doce de leite ou chocolate, custa R$ 8,00. Já a versão à moda espanhola, em roda e coberto por açúcar e canela sai por R$ 70,00. É possível escolher também os minichurros (R$ 8,00 com três unidades) e comprar à parte um copinho de recheio (R$ 9,50) nos sabores de doce de leite, chocolate, goiaba, banana ou beijinho. 

Churros com doce de leite, do Adega Santiago
Adega Santiago: churros à espanhola com doce de leite (Foto: Divulgação)

Adega Santiago: os pratos e petiscos têm inspiração portuguesa e espanhola. Não à toa os minichurros, feitos à moda ibérica, são os preferidos na hora da sobremesa. Com quatro unidades, as porções quetinhas são acompanhadas de doce de leite cremoso (R$ 26,00).

Bar da Dona Onça: a sobremesa mais famosa do bar-restaurante vem polvilhada por açúcar e canela e acompanhada de doce de leite (R$ 18,00; cinco unidades).

Frutaria São Paulo: se a cons­ciên­cia pesada pelas calorias definitivamente não for um problema, melhor é escolher os churros (R$ 22,50; seis unidades) com doce de leite ou Nutella, que custam o mesmo preço. 

Bar da Dona Onça - churros
Bar da Dona Onça: churros sequinhos com doce de leite (Foto: Divulgação)

■ Garimpos do Interior: os apetitosos minichurros preparados com farinha de milho (R$ 15,50) podem ser mergulhados tanto em doce de leite quanto em melaço. 

Gràcia: a decoração e o cardápio homenageiam a região espanhola da Catalunha. Depois de provar as tapas e uma das versões de sangria, arremate com os minichurros, trazidos à mesa com uma bola de sorvete de creme, doce de leite e calda de frutas vermelhas. A porção com cinco unidades sai por R$ 24,00.

La Churreria: em um salão diminuto, prepara churros ao estilo espanhol, mais finos. A porção com quatro tubos polvilhados com açúcar custa R$ 8,50. Peça uma porção de calda de chocolate (R$ 4,00) ou um chocolate quente cremoso para lambuzar as guloseimas. A versão abrasileirada, mais grossa e recheada de doce de leite, sai por R$ 9,50

Na Cozinha - churros
Na Cozinha: massa frita furadinha (Foto: Divulgação)

Na Cozinha: apesar de privilegiar a culinária nacional, o chef paraibano Carlos Ribeiro propõem uma porção de minichurros, ao estilo espanhol, para a sobremesa (R$ 21,70; cinco unidades). Os tubinhos de massa são servidos aquecidos junto de doce de leite de marca brasileira.

Pobre Juan: se as carnes de sotaque portenho ditam o menu salgado, as sobremesas têm a mesma inspiração. Uma das mais pedidas é o churros, composto de dois tubos generosos de massa mergulhados em doce de leite argentino da marca Havanna (R$ 22,90).

Mini Churros com Portucho
Portucho: mini churros com doce de leite (Foto: Divulgação)

Portucho: depois de provar o bife de chorizo da casa, adoce a refeição com a porção de minichurros escoltados por doce de leite argentino (R$ 17,50; cinco unidades).

Sí Señor: a porção de minichurros é a sobremesa mais pedida do bar. Servidos na companhia de um doce de leite cremoso ou calda de chocolate, custa R$ 15,80 e vem seis unidades. 

Torero Valese: o bar-restaurante serve boas receitas espanholas. Reserve para a sobremesa os minichurros acompanhadas de uma bola de sorvete mais doce de leite, framboesa e Nutella (R$ 17,90; três unidades).

Veloso: a caipirinhas preparadas pelo barmen Souza e as cremosas coxinhas de frango formam um dos pares mais queridos nas mesas dos botecos paulistanos. Se aguentar, peça ainda os minichurros com doce de leite e Nutella. A porção generosa, com seis unidades, custa sedutores R$ 19,00.

Venga!: o cardápio reúne principalmente tapas e sangrias. Para escolher um doce, não é preciso pensar muito: a porção com quatro minichurros sequinhos é acompanhada de calda de chocolate ao leite (R$ 17,00).

Veríssimo: além da decoração em homenagem ao escritor gaúcho Luis Fernando Veríssimo, chama atenção o vistoso balcão onde ficam expostas as tapas e pinchos. Os minichurros chegam à mesa acompanhados de doce de leite, calda de chocolate e uma bola de sorvete de gengibre (R$ 18,00; duas unidades).

Fonte: VEJA SÃO PAULO