Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Mortes pela Covid-19 crescem 81,7% em uma semana

Governo do estado afirma que doença matou em dois meses mais do que um ano de pandemia de H1N1

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 abr 2020, 18h03 - Publicado em 15 abr 2020, 18h02

A Secretaria de Estado da Saúde afirmou na tarde desta quarta-feira (15) que o número de mortes pela Covid-19 aumentou 81,7%, em comparação com a última quarta. São 778 casos fatais no estado, contra os 428 que eram registrados na semana anterior.

São Paulo conta com 2 332 pacientes internados em Unidades de Terapias Intensiva pelo vírus, e registra uma média de 80% de taxa de ocupação das UTIs dos hospitais estaduais.

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais.

 

São 11 043 casos no total, com um aumento de 64,6% desde a semana passada, quando eram 6 708. 199 dos 645 municípios paulistas registram pelo menos um caso da doença, e 78 contam com no mínimo um óbito. A faixa etária que concentra mais vítimas fatais é a dos cidadãos com 60 anos ou mais: estes são 79,8% das mortes.

O número acumulado desde a primeira confirmação de caso em SP (25 de fevereiro) já é maior do que o total de vítimas de H1N1 no primeiro ano dessa pandemia, em 2009. Foram 585 mortes por esse tipo do vírus influenza e 8 663 casos.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade