Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Doria mantém data da grande flexibilização e reforça calendário de vacinação para adolescentes

Cerca de 86% dos adultos do estado tomaram a primeira dose de vacinas contra a Covid-19

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 11 ago 2021, 14h33 - Publicado em 11 ago 2021, 14h30

João Doria (PSDB) afirmou durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (11) que o estado mantém a previsão de flexibilização das medidas de contenção da pandemia da Covid-19 para o dia 17 de agosto, a próxima terça. O governo reforçou também o calendário para a vacinação de adolescentes.

Na data, a ocupação interna de bares, restaurantes e comércios poderá ser de 100%, sem limite de horários de funcionamento. Eventos com público em pé e baladas, no entanto, não estão permitidos: a previsão é que a liberação para esse tipo de atividade ocorra até 1º de novembro, quando o governo estima que cerca de 90% da população adulta estará com as duas doses de vacinas contra a Covid-19.

Atualmente, cerca de 86% dos adultos do estado tomaram a primeira dose de imunizantes.

O calendário de vacinação para adolescentes, que se inicia de 18 de agosto, chegou a ser colocado em dúvida pelo governador após um impasse entre o poder estadual e o Ministério da Saúde.

VACINAÇÃO DE ADOLESCENTES

  • 18/8 a 25/8: 16 a 17 anos com comorbidades, deficientes, gestantes e puérperas
  • 26/8 a 29/8: 12 a 15 anos com comorbidades, deficientes, gestantes e puérperas
  • 30/8 a 5/9: 15 a 17 anos
  • 6/9 a 12/9: 12 a 14 anos

Continua após a publicidade

Publicidade