Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Após 24 casos de “flurona”, SP fará testes simultâneos de gripe e Covid

Exames serão feitos para avaliar se casos classificados como gripe não são, na verdade, de Covid

Por Clayton Freitas Atualizado em 4 jan 2022, 16h27 - Publicado em 4 jan 2022, 15h44

Após a confirmação de 24 casos de “flurona” (dupla contaminação por Covid e gripe) na cidade de São Paulo, a Secretaria Municipal de Saúde dará início nesta quarta-feira (4) à aplicação de testes simultâneos em todas as pessoas que apresentarem sintomas de síndromes gripais e procurarem os postos de saúde.

Qualquer pessoa que apresente sintomas de gripe, mesmo que leves, será submetida ao teste para detectar se está com Influenza ou Covid-19. Existe ainda a possibilidade de o paciente estar duplamente contaminado.

+H3N2 Darwin: os sintomas da gripe que provoca surto na capital

O que a administração municipal pretende é saber se essa alta de atendimentos nos postos, estimada em quase 40 mil ao dia, está relacionada apenas com a propagação do vírus H3N2 Darwin, a nova cepa da gripe que está causando explosão de casos, ou com o avanço da variante Ômicron do novo coronavírus. Ou se a capital experimenta uma explosão de casos de “flurona”.

“A nossa preocupação, além da Influenza, é da circulação da Ômicron na cidade. A partir de amanhã [quarta-feira] a gente vai testar todo mundo para saber se, além do número de gripe, está aumentando o número de casos de Covid”, afirmou à VEJA São Paulo o médico Luiz Carlos Zamarco, secretário executivo adjunto da Secretaria Municipal de Saúde.

Ainda na tarde desta quarta-feira um lote de 300 mil testes enviados pelo Ministério da Saúde será distribuído às quase 500 UBSs (unidades básicas de saúde), 20 UPAs (unidades de pronto-atendimento) e 12 AMAs (assistência médica ambulatorial).

+Sistema imunológico de vacinados e reinfectados resiste à Ômicron

Continua após a publicidade

“Vamos testar todo mundo que estiver assintomático nas unidades de saúde”, afirmou Zamarco.

Segundo o secretário-adjunto, os casos positivos farão um novo exame de RT-PCR (conhecido por ser o padrão-ouro da OMS para detectar a Covid-19) e as amostras serão encaminhadas para sequenciamento genético.  Avaliações anteriores feitas por unidades sentinelas indicam que a Ômicron já é a responsável por 50% dos novos casos de Covid-19 na cidade de São Paulo.

Influenza mais do que dobra

A cidade de São Paulo já conta com 2.817 casos de Influenza confirmados por exames desde o dia 30 de dezembro de 2021, data em que teve início a testagem em massa nos postos de saúde.

Até agora foram aplicados 11.768 testes. Os 2 817 casos positivos (25%) representam um em cada quatro.

O índice é praticamente o mesmo do primeiro balanço, com dados do dia 30 e 31 de dezembro, quando haviam sido detectados 1 341 casos de um total de 5 321 exames aplicados.

Os testes fazem parte de um lote de 150 000 exames adquiridos pela Prefeitura de São Paulo especificamente para averiguar se as pessoas que apresentam quadro de síndrome gripal de fato estão contaminadas pelo vírus Influenza.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)