Clique e assine por apenas 6,90/mês

Samambaia Bar e Lanches

(Desde 2015)

Tipos de Bares: Botecos

VejaSP:

Endereço: Rua Maria Otília, 110 - Tatuapé - São Paulo - SP ver no mapa

Horário:

segunda-feira 12:00 - 16:00 - 18:00 - 00:00

terça-feira 12:00 - 16:00 - 18:00 - 00:00

quarta-feira 12:00 - 16:00 - 18:00 - 00:00

quinta-feira 12:00 - 16:00 - 18:00 - 00:00

sexta-feira 12:00 - 16:00 - 18:00 - 00:00

sábado 09:00 - 00:00

domingo 09:00 - 00:00

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (30), Levar vinhos (permite)

Resenha por Saulo Yassuda

O balcão coberto de velhos azulejos e o piso avermelhado dão os indícios de que o Samambaia Bar e Lanches ocupa um espaço das antigas. Datado dos anos 60, o imóvel de esquina que abrigou uma mercearia foi transformado em um simpático botequim em 2015. Preste atenção nas plantas penduradas, no som melancólico de vinis, no piano de canto e nos janelões para uma praça. São detalhes que deixam o programa ainda mais charmoso. Em julho de 2019, o bar passou a ser tocado pela família Giovanini e ganhou um cardápio mais elaborado, o que justifica um pulinho ali. Comece a petiscagem com os acepipes frios. Picles de rabanete e cebola (R$ 10,00) e abobrinha marinada (R$ 10,00), na companhia de focaccia ou ciabatta, costumam ser boas escolhas. Um pouco oleoso, o pastel de linguiça, jiló e queijo (R$ 18,00 a porção) faz bonito no quesito sabor. Também tem o sanduíche de cupim (R$ 18,00), que lembra uma carne louca. Na hora de beber, escolhe-se entre cerveja em garrafa (Heineken, R$ 16,00) e chope artesanal (de R$ 18,00 a R$ 22,00). Pedir clássicos como negroni (R$ 26,00) e caipirinha (R$ 24,00) são outra forma de gastar mais um par de horas naquela esquina com jeito de antigamente.

Informações checadas em março de 2020.

    O balcão coberto de velhos azulejos e o piso avermelhado dão os indícios de que o Samambaia Bar e Lanches ocupa um espaço das antigas. Datado dos anos 60, o imóvel de esquina que abrigou uma mercearia foi transformado em um simpático botequim em 2015. Preste atenção nas plantas penduradas, no som melancólico de vinis, no piano de canto e nos janelões para uma praça. São detalhes que deixam o programa ainda mais charmoso. Em julho de 2019, o bar passou a ser tocado pela família Giovanini e ganhou um cardápio mais elaborado, o que justifica um pulinho ali. Comece a petiscagem com os acepipes frios. Picles de rabanete e cebola (R$ 10,00) e abobrinha marinada (R$ 10,00), na companhia de focaccia ou ciabatta, costumam ser boas escolhas. Um pouco oleoso, o pastel de linguiça, jiló e queijo (R$ 18,00 a porção) faz bonito no quesito sabor. Também tem o sanduíche de cupim (R$ 18,00), que lembra uma carne louca. Na hora de beber, escolhe-se entre cerveja em garrafa (Heineken, R$ 16,00) e chope artesanal (de R$ 18,00 a R$ 22,00). Pedir clássicos como negroni (R$ 26,00) e caipirinha (R$ 24,00) são outra forma de gastar mais um par de horas naquela esquina com jeito de antigamente.

    Informações checadas em março de 2020.