Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Quito Quito Izakaya

(Desde 2013)

Tipos de Bares: Japoneses, Izakaya

VejaSP:

Endereço: Alameda Campinas, 1179 - Jardim Paulista - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 35864730

Site: quitoquito.com.br

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 18:00 - 22:30

quarta-feira 18:00 - 22:30

quinta-feira 18:00 - 22:30

sexta-feira 18:00 - 22:30

sábado 18:00 - 22:30

domingo - Fechado

Informações adicionais: Entrega em domicílio, Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (34), Levar vinhos (permite) (R$ 50,00)

Resenha por Saulo Yassuda

Nascida no arquipélago de Ogasawara, no Japão, a chef Kaori Muranaka põe o talento em prática na cozinha de seu izakaya, um lugar que tem a cara dela. O menu inscrito diariamente em uma lousa — e publicado no perfil do Instagram da anfitriã (@kaorimambo) — varia constantemente. A salada de shungiku (R$ 30,00), verdura crespa e de folhas firmes, leva tofu frito e tempero de shoyu, alho, gergelim, pasta de pimenta, óleo de gergelim, vinagre e açúcar. Outra pedida fria, a sardinha marinada com azeite, tomate e salsa (R$ 28,00), não só lembra uma tapa espanhola como na verdade é uma — a anfitriã trabalhou em um estabelecimento do gênero no Japão e, não raro, executa receitas europeias. O kare (R$ 32,00) é um achado quando caem as temperaturas. Para ser comido com arroz branco, o ensopado é ardidinho, adocicado, fumegante e de sabor concentrado. Leva cebola, alho, coentro, cominho, cardamomo, pimenta-caiena defumada, tomate, pasta de curry e geleia de abacaxi. O refresco é feito com um drinque muito simples e fácil de tomar: o destilado shochu com suco natural de grapefruit e água com gás (R$ 38,00). Mas também dá para bebericar saquê, cerveja, caipirinha, uísque… O lugar mais nobre para se sentar é o concorrido balcão, mas há ainda mesinhas e salas reservadas para reunir a turma.

Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.

    Nascida no arquipélago de Ogasawara, no Japão, a chef Kaori Muranaka põe o talento em prática na cozinha de seu izakaya, um lugar que tem a cara dela. O menu inscrito diariamente em uma lousa — e publicado no perfil do Instagram da anfitriã (@kaorimambo) — varia constantemente. A salada de shungiku (R$ 30,00), verdura crespa e de folhas firmes, leva tofu frito e tempero de shoyu, alho, gergelim, pasta de pimenta, óleo de gergelim, vinagre e açúcar. Outra pedida fria, a sardinha marinada com azeite, tomate e salsa (R$ 28,00), não só lembra uma tapa espanhola como na verdade é uma — a anfitriã trabalhou em um estabelecimento do gênero no Japão e, não raro, executa receitas europeias. O kare (R$ 32,00) é um achado quando caem as temperaturas. Para ser comido com arroz branco, o ensopado é ardidinho, adocicado, fumegante e de sabor concentrado. Leva cebola, alho, coentro, cominho, cardamomo, pimenta-caiena defumada, tomate, pasta de curry e geleia de abacaxi. O refresco é feito com um drinque muito simples e fácil de tomar: o destilado shochu com suco natural de grapefruit e água com gás (R$ 38,00). Mas também dá para bebericar saquê, cerveja, caipirinha, uísque… O lugar mais nobre para se sentar é o concorrido balcão, mas há ainda mesinhas e salas reservadas para reunir a turma.

    Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.