Oui (Desde 2014)

Tipos de Restaurantes: Franceses
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Costa Carvalho, 72 - Pinheiros - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 33604491
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
12:00 - 15:00 - 19:30 - 23:30
quarta-feira
12:00 - 15:00 - 19:30 - 23:30
quinta-feira
12:00 - 15:00 - 19:30 - 23:30
sexta-feira
12:00 - 15:00 - 19:30 - 00:00
sábado
12:00 - 16:00 - 19:30 - 00:00
domingo
12:00 - 16:00
monetization_on

Faixa de preço

De R$101,00 a R$150,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Estacionamento/Valet (R$ 20,00), Lugares/Capacidade total (46), Comida (couvert) (R$ 12,00), Levar vinhos (permite) (R$ 30,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

O chef Caio Guerreiro Ottoboni transferiu seu minúsculo bistrô para um espaço maior numa rua transversal. Num primeiro momento, o cardápio montado pelo cozinheiro apresentou um surto de modernidade com resultado irregulares. Para manter a clientela cativa, Ottoboni deu um passo atrás e voltou para a França um pouco mais clássica. Podem ser saboreados velhos conhecidos do público, como steak tartare com fritas e salada (R$ 58,00), servido apenas no jantar e nos fins de semana. Há ainda um menu degustação em quatro etapas (R$ 110,00), também reservado para a noite e sábados e domingos, com sugestões selecionadas pelo chef ou por alguém de sua equipe. Podem aparecer a bisque suavizada por creme de leite com camarão gratinado e uma torrada, que ficaria melhor fumegante e não morna, a tainha com legumes no molho de vermute Noilly Prat, a pancetta de porco de pele crocante ao molho de ervas guarnecida de purê de batata com azeite trufado e a torta de limão “desconstruída”, preparada com creme de limão, crumble na base e, surpresa, merengue (R$ 22,00). Durante a semana, oferece almoço executivo (R$ 49,00) com opções como o picadinho nacional.

Preços checados em setembro de 2017.

    Comer e beber

    • 2017 - Participante

      Restaurantes Franceses Comer & Beber .

      O chef Caio Guerreiro Ottoboni transferiu seu minúsculo bistrô para um espaço maior numa rua transversal. Num primeiro momento, o cardápio montado pelo cozinheiro apresentou um surto de modernidade com resultado irregulares. Para manter a clientela cativa, Ottoboni deu um passo atrás e voltou para a França um pouco mais clássica. Podem ser saboreados velhos conhecidos do público, como steak tartare com fritas e salada (R$ 58,00), servido apenas no jantar e nos fins de semana. Há ainda um menu degustação em quatro etapas (R$ 110,00), também reservado para a noite e sábados e domingos, com sugestões selecionadas pelo chef ou por alguém de sua equipe. Podem aparecer a bisque suavizada por creme de leite com camarão gratinado e uma torrada, que ficaria melhor fumegante e não morna, a tainha com legumes no molho de vermute Noilly Prat, a pancetta de porco de pele crocante ao molho de ervas guarnecida de purê de batata com azeite trufado e a torta de limão “desconstruída”, preparada com creme de limão, crumble na base e, surpresa, merengue (R$ 22,00). Durante a semana, oferece almoço executivo (R$ 49,00) com opções como o picadinho nacional. (Preços checados em setembro de 2017.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2016 - Indicado

      Restaurantes franceses Comer & Beber .

      De olho na bistronomia, movimento francês de valorização dos pequenos restaurantes de cozinha caprichada, o chef Caio Guerreiro Ottoboni propõe dois menus, com entrada, prato e sobremesa, cujos itens também podem ser pedidos separadamente. O mais simples, saboreado de terça a sábado no almoço, custa R$ 49,00 e inclui pernil suíno com purê de batata. O outro, um pouco mais sofisticado, o menu inspiração do mercado (R$ 84,00), servido só no jantar e no domingo, traz paleta de cordeiro com guarnições como o ragu de feijões e cogumelo. (Preços checados em setembro/outubro de 2016).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Vencedor

      Restaurantes menu executivo até 50 reais Comer & Beber .

      A bistronomia, movimento a favor de preços razoáveis que vem sacudindo Paris há pelo menos uma década, é a inspiração para o chef Caio Guerreiro Ottoboni, ex-braço-direito de Erick Jacquin, com quem trabalhou no extinto La Brasserie. Em vez de investir em matérias-primas caras como foie gras, o cozinheiro e sócio do minúsculo bistrô usa o melhor do mercado para elaborar receitas que não pesam no bolso. Essas sugestões fazem parte também do menu executivo, servido de terça a sábado. A fórmula com entrada + prato + sobremesa custa R$ 49,00. Entre as opções estão a terrine de campagne com picles e salada, a carne do pescoço de cordeiro, cozida em generosa quantidade de temperos até ficar macia, servida com cuscuz marroquino e a musse de chocolate com crocante de caramelo. A linha bom e barato estende-se ao jantar e ao almoço de domingo, quando se oferecem duas opções. Dá para escolher dois (R$ 65,00) ou três itens livremente do cardápio (R$ 75,00). A outra pedida é o menu confiança em cinco (R$ 95,00) ou sete etapas (R$ 110,00). Se a intenção for provar apenas um clássico filé au poivre, o preço baterá em R$ 58,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes franceses Comer & Beber .

      Aos 29 anos, Caio Guerreiro Ottoboni está longe de ser um iniciante de forno e fogão. Depois de se formar em gastronomia, ele trabalhou sete anos com Erick Jacquin, no extinto La Brasserie, onde chegou a subchef. Foi com o cozinheiro francês que ele burilou seu aprendizado. Em agosto, Ottoboni abriu este pequeno bistrô. Deixou de lado iguarias como o foie gras, especialidade de seu mestre, para investir em pratos simples e saborosos. O reduzido menu criado por ele muda toda semana. Há delicadezas de entrada como o pargo marinado com capim-limão e cítricos (R$ 22,00) e o ovo cozido no consomê com queijo da Serra da Canastra e cogumelo-de-paris cru (R$ 17,00). De paladar intenso, a paleta de cordeiro recebe a companhia de coalhada e cenoura glaceada (R$ 45,00). Mais suave, o pernil de vitelo vem com um sedoso purê de cará e limão-siciliano confitado (R$ 39,00). No arremate, vá de tarte tatin desconstruída, composta de maçã caramelada com sorvete de caramelo e telha crocante (R$ 13,00). Como a oferta de vinhos é limitada, vale escolher uma garrafa à altura da qualidade dos pratos e levar de casa. Durante a semana, no almoço, há um cardápio especial pelo qual se paga o prato e a entrada vem incluída no preço. Por mais R$ 6,00, escolhe-se uma sobremesa. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    w

    Conectando a %s