Casa Santo Antônio (Desde 2013)

Tipos de Restaurantes: Italianos
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Avenida João Carlos da Silva Borges, 764 - Santo Amaro - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 43286205
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
quarta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
quinta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
sexta-feira
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
sábado
12:00 - 15:00 - 19:00 - 23:00
domingo
12:00 - 17:00
monetization_on

Faixa de preço

De R$116,00 a R$175,00

check_circle

Informações adicionais

Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (120 lugares), Levar vinhos (permite) (R$ 40,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

Uma antiga escada em caracol recebe a atenção do público neste restaurante montado em uma antiga residência dos anos 60. O agradável ambiente tem ainda uma varanda e um quintal nos fundos. Massa em formato de tubo, o paccheri conta com a parceria de molho cacio e pepe (R$ 48,00). Peça para a atendente um “reforço” na pimenta-do-reino moída na hora para turbinar o sabor do prato. O leitão cozido em baixa temperatura vem quase se desmanchando ao lado de legumes e uma tira crocante de polenta (R$ 71,00). É pena a carne vir quase insossa, pouco auxiliada pelo molho que a acompanha. Ótimo para o desfecho, o tiramisu (R$ 22,00) chega à mesa em um prato com uma chave — o símbolo do restaurante — desenhada com chocolate em pó.

Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.

    UM MENU VINDO DE PARMA

    Até o dia 22, a Casa Santo Antônio oferece um menu especial inspirado em uma saborosa região italiana, a Emilia-Romagna, terra da Bolonha e de Modena, cidade que abriga o premiadíssimo Osteria Francescana, de Massimo Botura. O cardápio especial foi criado por Maurizio Morini, nascido em Parma — na mesma região —, responsável pelo restaurante Antico Borgo, também naquele pedaço. O convidado fica na casa da Zona Sul até este domingo (8) para treinar a equipe, que prepara o menu completo (R$ 125,00). O percurso começa com o gnocco fritto, aperitivo que lembra um pastel de vento, servido com presunto de Parma e mortadela. O duo de pratos é composto de tortelli de ricota e ervas na manteiga com parmesão e filé-mignon gratinado com presunto cru mais legumes. a sobremesa fica por conta da duchessa di parma, torta de chocolate e creme de ovos.

    (Por Saulo Yassuda)

    Informações checadas em março de 2020.

    Comer e beber

    • 2019 - Participante

      Restaurantes - Italianos Comer&Beber .

      Uma antiga escada em caracol recebe a atenção do público neste restaurante montado em uma antiga residência dos anos 60. O agradável ambiente tem ainda uma varanda e um quintal nos fundos. Massa em formato de tubo, o paccheri conta com a parceria de molho cacio e pepe (R$ 48,00). Peça para a atendente um “reforço” na pimenta-do-reino moída na hora para turbinar o sabor do prato. O leitão cozido em baixa temperatura vem quase se desmanchando ao lado de legumes e uma tira crocante de polenta (R$ 71,00). É pena a carne vir quase insossa, pouco auxiliada pelo molho que a acompanha. Ótimo para o desfecho, o tiramisu (R$ 22,00) chega à mesa em um prato com uma chave — o símbolo do restaurante — desenhada com chocolate em pó.

      Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

    • 2018 - Participante

      Italianos Comer & Beber .

      Receita-símbolo do agradável casarão que faz sucesso na Zona Sul, a lasanha calabrese, recheada de ragu de carne bovina e linguiça no molho de tomate gratinada com bastante queijo parmesão (R$ 74,00), dá direito a levar um prato (sim, a louça) como lembrança. Algumas das opções do almoço executivo rotativo (R$ 54,00), assinado pelo chef Rafael Januzzi, podem ser polenta cremosa com ragu de linguiça, o risoto de burrata e o tiramisu. (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Italianos Comer & Beber .

      Nos dias de temperatura amena, não hesite em pedir uma mesa na agradável varanda dos fundos. Os garçons sugerem de entrada a burrata que acabou de ser entregue na casa. O queijo extremamente úmido com cubinhos de tomate e bastante azeite (R$ 38,00) é uma entrada simples e sem erro. Incrementado com azeitonas e molho pesto de rúcula, o nhoque de camarão e lula (que poderia estar mais firme) sai por R$ 68,00. Mais substancioso, o risoto de abóbora vem finalizado por queijo taleggio, muitas lâminas de amêndoa torrada e um pouquinho de radicchio um tanto ressecado (R$ 49,00). (Preços checados em setembro de 2017).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes italianos Comer & Beber .

      É impossível resistir a passar os olhos por todos os cantos do casarão anos 50. Do bar da entrada à varanda nos fundos, passando pela escadaria em caracol no meio do salão, cada detalhe é acolhedor. No almoço durante a semana, reuniões de negócios e encontros de amigas são acompanhados do menu executivo, oferecido a R$ 45,00. Mas vale pagar mais para provar os pratos do cardápio regular. Uma das melhores opções é a paleta de cordeiro recheada de presunto cru e servida enrolada, como uma porchetta (R$ 56,00). Polenta cremosa acompanha. Na seção de massas, o básico ravióli de mussarela ao molho de tomate e manjericão sai por R$ 38,00. Menos inspirada, mas igualmente saborosa, a sobremesa de torta musse de chocolates amargo (na verdade, nem tão amargo assim) e branco com maracujá custa R$ 18,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes italianos Comer & Beber .

      Montado num casarão dos anos 50, o estabelecimento pertence a ex-funcionários do Grupo Fasano. Nos fogões, Sandro Aires, chef e sócio que já foi o número 2 do restaurante Fasano, elabora o risoto de arroz negro de textura sedosa, ao qual se misturam azeitonas verdes e pretas mais polvo com um molho de pimentão vermelho que colore as bordas do prato (R$ 48,00). Ainda que não pareça, à primeira garfada, o molho de tomate all’arrabiatta que banha o levíssimo ravióli de vitelo (R$ 40,00) deixa um marcante rastro picante na boca. Preparada como se fosse saltimbocca alla romana, a battuta di manzo (R$ 52,00) traz bifinhos de filé-mignon com presunto cru e sálvia servidos junto de nhoque de batata quadrado e mais consistente. Outra versão do nhoque, esta na forma de concha e quase desmanchando de tão macia, é regada a molho de manteiga e laranja para acompanhar o peito de pato grelhado (R$ 58,00). O café gourmet à italiana (R$ 25,00) reúne três mimos: panacota, torta de maçã e musse de chocolate. Durante a semana, o menu executivo sai por R$ 39,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2014.)

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Participante

      Restaurantes italianos Comer & Beber .

      Ex-funcionários do Grupo Fasano montaram este restaurante em uma charmosa residência erguida na década de 60 em uma movimentada rua de Santo Amaro — sua restauração completa custou quase 1 milhão de reais. O agradável imóvel tem cardápio do chef Sandro Aires, ex-número 2 da cozinha do refinado Fasano, que também abriu a pastelaria A Pastella na mesma região. Predominam quase só receitas italianas, ainda que haja duas ou três intromissões francesas, caso do leve e equilibrado tartare de salmão com cuscuz marroquino (R$ 22,00). Sugestões como o tortelli de queijo brie aos molhos rôti e cremeso de parmesão perfumado por uma desnecessária manteiga de trufa (R$ 39,00) tornam a seção de massas uma tentação. Outro acerto, a paleta de cordeiro é feita como uma porchetta: desossada, recheada da própria carne e ervas (R$ 43,00). Recebe a companhia de uma polenta cremosa na medida. O sommelier Bruno Taddeucci (ex-Fasano, Gero Rio e Buffet Fasano) organizou a carta de vinhos, pequena, com preços atraentes e exemplares pouco óbvios. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

    1. Eu adorei
      Fui pela restaurant week e comi um rizoto de arroz negro com polvo e um tiramisu deliciosos