Clique e assine por apenas 6,90/mês

Quatro endereços para curtir a tarde de domingo

Mesas ao ar livre, drinques, cerveja gelada e comidinhas atraem os clientes no último dia do fim de semana

Por Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em 18 out 2018, 17h23 - Publicado em 5 out 2012, 22h01

Domingo é o dia oficial da preguiça? Há quem goste de ficar largado no sofá, mas também há quem prefira aproveitar fora de casa, bebericando um drinque ou uma cerveja.

Selecionamos quatro bares onde é possível curtir o dia com bebidas e comidinhas:

Bar do Beco. O quintal espalha mesas protegidas por ombrelones. No esquema “peça e pague”, invista no graffiti (R$ 28,00), de gim com gengibre, limão-siciliano, especiarias e bitter. 

Goose Island: vista para o Largo da Batata para quem gosta de cerveja Carlos Alkmin/Veja SP

Goose Island Brewhouse. Até as 22h, dá para bebericar no agradável imóvel, em frente ao Largo da Batata, chopes como o American Style Wheat (R$ 16,50, 450 mililitros), cheio de leveza.

Pé pra fora. O público fica na varandona aberta para a Avenida Pompeia até o sol se pôr, bebendo uma cerveja em garrafa (R$ 11,50) e entretendo-se com as três TVs penduradas.

Pitico
Pitico: cadeiras de praia e comidinhas árabes expedidas de containers Ricardo D'Angelo/Veja SP

Pitico. Há cadeiras de praia para relaxar e contêineres que fazem as vezes de bar e cozinha. O faláfel (R$ 24,20 o sexteto), apresentado na caixinha de papelão, vai bem com cerveja (R$ 17,60, Pitico Wälls).

Continua após a publicidade
Publicidade