Cabeça de ovelha e outros pratos incomuns são provados em série do YouTube

Com apresentação do paulista Otávio Albuquerque, Coisas que Nunca Comi chega à quinta temporada nesta sexta (15) com pedidas da África do Sul

Imagine provar receitas fora do comum, feitas com ingredientes bem longe do seu dia a dia. Essa é a proposta corajosa de Otávio Albuquerque, à frente da série Coisas que Nunca Comi, produzida pelo portal Tastemade e disponível no YouTube.

Como o próprio título explica, os episódios reúnem diversos pratos, de diferentes origens, que o apresentador nunca havia provado até então. Após gravações em São Paulo, na China, na Índia e na Rússia, o programa estreia a quinta temporada nesta sexta (15), com comidinhas da África do Sul.

Confira, abaixo, uma seleção de itens curiosos que Albuquerque já encarou:

Testículos de boi, no Valadares, em São Paulo: no alho e óleo ou empanado

Testículos de boi, no Valadares, em São Paulo: no alho e óleo ou empanado (Reprodução Youtube/Divulgação)

Cérebro e testículos de boi

Nada de picanha e filé-mignon. Saboreados em São Paulo, ambos os pratos têm como estrelas partes não tão comuns do boi. No Conceição Discos, de Thalita Barros, o cérebro do animal é empanado e vai com sálvia, maionese e saladinha de tomate. De textura esponjosa, a carne derrete na boca. Já os testículos de boi são do tradicional Valadares, na Lapa. O bar recebe o ingrediente congelado e serve a pedida à milanesa, à dorê ou refogada no alho e no óleo. Qual delas você toparia experimentar?

Escorpião e outros bichinhos: espetados no palito em feira de rua

Escorpião e outros bichinhos: espetados no palito em feira de rua (Reprodução Youtube/Veja SP)

Serpente picante e escorpião frito

Um mercado de Yueyangé, cidade da província de Hunan, na China, tem galinhas, patos, cachorros, sapos, coelhos e… serpentes — todos vivos. No chão mesmo, o vendedor mata o animal e retira as escamas e o couro do bicho. O ingrediente vai, então, em um ensopado com muuuita pimenta vermelha. De acordo com Albuquerque, o sabor é marcante e único.

Em uma feirinha de rua de Pequim, as barraquinhas exibem a céu aberto gafanhotos, lacraias, escorpiões, entre outros. Os animais são espetados em um palito de churrasco e consumidos como petiscos. No vídeo, dá até para ouvir o “creck” da mordida.

Burger Skih: fast food local

Burger Skih: fast food local (Arquivo pessoal/Divulgação)

Fast food indiano

Burger Skih é um fast food indiano que serve hambúrgueres de frango para lá de apimentados e asinhas de frango beeem ardidas. Para acompanhar, há um refrigerante nada comum por aqui: sabor cominho.

No McDonald’s da Índia, o Big Mac ganha sua única versão vegetariana no mundo. O disco de carne é substituído por um hambúrguer de batatas com crostinha crocante.

Para comer no espaço: tudo bem vedado

Para comer no espaço: tudo bem vedado (Arquivo pessoal/Divulgação)

Comida de cosmonauta

Depois de conhecer o museu do cosmonauta, em Moscou, Albuquerque apostou em um almoço com pedidas consumidas em gravidade zero. São sucos, petiscos, doces e pratos criados especialmente para se alimentar no espaço. A maioria das comidinhas vem em latas e as bebidas, em bisnagas.

Sanduíche gigante e cabeça de ovelha

O primeiro episódio da nova temporada fala sobre o gatsby, um sanduba imenso criado em Cape Town, na África do Sul, por um homem que precisava alimentar, de forma eficiente e rápida, os pedreiros que reformavam sua loja. Hoje, a delícia é encontrada em diferentes versões. Servido em um pão alongado e beeem grande, o sanduíche pode receber generosas porções de fritas, ovos, queijo e carne como recheio.

No quarto episódio, que deve sair em 5 de abril, o tema é cabeça de ovelha. A receita, típica de comemorações xhosa, um dos idiomas oficiais do país, foi provada na comunidade Kayamandi, em Stellenbosch, a 50 quilômetros da capital. Por ser cozida seguindo um processo que expõe os dentes, a cabeça de ovelha ficou conhecida como “smiley”, já que parece estar sorrindo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s