Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

‘Entre Mulheres’: longa indicado ao Oscar é comovente e poderoso

Sarah Polley dirige talentoso elenco; estreia está marcada para 2 de março nos cinemas

Por Barbara Demerov
24 fev 2023, 06h00

✪✪✪✪ Entre Mulheres, comovente filme dirigido por Sarah Polley e indicado ao Oscar 2023, estreia nos cinemas em 2 de março. Inspirado no livro homônimo escrito por Miriam Toews, a trama acompanha dias cruciais nas vidas de mulheres isoladas em uma comunidade que segue a religião da igreja Menonita.

+BAFTA 2023: ‘Nada de Novo no Front’ brilha rumo ao Oscar

Em um longo diálogo (que remete diretamente ao título original, Women Talking, ou “mulheres falando”), personagens de diferentes gerações lutam para se reconciliarem com sua fé após uma série de agressões sexuais. Algumas querem fugir, outras querem permanecer no local e lutar pelos seus direitos. A grande incógnita é o futuro, uma vez que elas nunca tiveram a chance de estudar e não sabem ler e escrever.

O filme é ambientado em 2010, mas o isolamento do grupo é tão marcante que é quase impossível identificar a década por si só. Com roupas de época, o grupo vai unindo forças a cada diálogo e reflexão.

Continua após a publicidade

À Vejinha, a diretora Sarah Polley fala sobre o período no qual o longa se passa: “Embora esta seja uma história específica, é algo que tem ressonância e uma qualidade atemporal em termos da luta que essas mulheres estão enfrentando”. Claire Foy, uma das atrizes que compõem o elenco, conta que foi atraída pelo roteiro desde a primeira lida. “É sempre especial quando você se conecta instantaneamente com a história. Este filme faz muitas perguntas a si mesmo — e, portanto, fez para mim. Eu quis saber mais sobre aquelas pessoas logo de cara.”

Ben Whishaw, um dos únicos homens do elenco, completa: “Eu amo que ele faz exatamente o que promete. O roteiro permite que as mulheres no centro do drama falem, debatam, desabafem e mudem de ideia”. A atriz Jessie Buckley, excelente no papel de Mariche, diz que foi desafiada neste trabalho: “Eu realmente queria conhecer aquela mulher. Queria entender de onde esse tipo de medo e dor pode vir dentro de alguém”.

Publicado em VEJA São Paulo de 01º de março de 2023, edição nº 2830

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.