Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Suplicy Cafés Especiais abre superloja na Vila Olímpia

Nova unidade tem projeto baseado em princípios de sustentabilidade

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 20 jan 2022, 14h16 - Publicado em 11 jul 2017, 12h49

Depois de uma expansão por meio de franquias de lojas e de certa acomodação com os produtos oferecidos, a rede Suplicy deve passar por uma pequena revolução.

Tudo começa com a implantação de uma nova loja no térreo da dupla de vistosos edifícios São Paulo Corporate Towers, na da região da Vila Olímpia. É lá que o fundador da marca, Marco Suplicy, pretende implantar sua flagship – hoje esse papel cabe a unidade da Alameda Lorena, nos Jardins.

A data prevista para a inauguração é 21 de julho e terá livre acesso do público. A loja tem foi pensada de maneira sustentável. Por isso, beneficia-se, por exemplo, de iluminação natural.

Salão envidraçado: iluminação natural e vista para uma agradável área verde Divulgação/Divulgação

Num salão de 105 metros quadrados com mais 110 metros quadrados de backstage, ele implantará a nova cafeteria da marca. “Tivemos a uma entrada de um novo sócio, a princípio para o e-commerce, que permitiu essa mudança”, explica o empresário.

Caixa de vidro: entrada de luz natural e vista para um jardim Divulgação/Divulgação

A partir daí, foi desenvolvida toda uma reformulação de conceito. “Vínhamos crescendo por meio de franquia. Paramos com a expansão por hora, porque há uma pasteurização nesse sistema”, explica. A rede conta hoje com dezessete unidades, sendo duas próprias e as demais de franquiados.

No novo ambiente: lançamento de novidades como o nitro cold brew Divulgação/Divulgação

Para chegar a uma transformação tão grande, os novos sócios, entre eles diretora de marketing Bruna Caselato e o diretor comercial Felipe Braga, que captaram investimentos e usaram parte do montante obtido na nova loja. A flagship tem custo estimado de 1,5 milhão de reais.

Continua após a publicidade

A remodelação da marca, que existe desde 2003, inclui uma mudança de métodos de elaboração do café. “Teremos procedimentos que já ocorrem lá fora e que aqui se encontra em um outro estabelecimento”, adianta.

Suplicy: “Investimento de 1,5 milhão de reais para a implantação da flagship captada pelos novos sócios” Divulgação/Divulgação

Além de opções que estão se tornando cada vez mais comuns em grandes lojas especializadas da capital como Hario, moka, Chemex e cold crew, haverá a introdução de nitro cold brew. Além da extração a frio que preserva os óleos do grão torrado, promete empolgar a extração de com nitrogênio. “O café sai espumoso. Ou seja, há espuma no lugar do crema. Teremos inclusive uma versão engarrafada e sem gás”, revela.

Suplicy, trata-se de um processo artesanal, que apareceu pela primeira vez em cafeterias nos EUA em 2015. No verão do ano  passado, a Starbucks teria introduzido a bebida em 500 de suas lojas no exterior.

Expresso: continuará a ser servido, inclusive como cappuccino, junto de outros métodos de extração Divulgação/Divulgação

Claro que o expresso continua a ser preparado. Mas não em uma máquina qualquer. Desde maio, a unidade da Alameda Lorena conta com uma Ferrari do expresso, a italiana Black Eagle. “Essa primeira instalada é preta. A nova será rosa, cor da nossa rede”, conta Suplicy.

Na nova loja, também serão notadas novidades no cardápio. “Ofereceremos itens mais saudáveis, para um consumidor mais antenado”, diz. Numa parceria inédita, terá  bolos, doces, pães e quiches da padaria Marie Marie. Também está sendo estruturado um sistema para pegar e levar, que preferem chamar em inglês de “to go”.

A conferir.

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês