Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Memória: Marcos Bassi, o mestre do churrasco

Um dos maiores especialistas em carnes, Marcos Bassi nos deixou ontem. Simpatia em pessoa, tinha 64 anos e era alto e corpulento com voz de baixo-barítono. Partiu deixando a viúva Rosa e as filhas Fabiana e Tatiana, esta um de seus braços direitos na administração dos negócios, entre eles a ótima churrascaria Templo da Carne […]

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 fev 2017, 11h11 - Publicado em 25 mar 2013, 15h30

Bassi: o especialista em carnes e grelhados de primeira (Foto: Alexandre Schneider/VEJA)

Um dos maiores especialistas em carnes, Marcos Bassi nos deixou ontem. Simpatia em pessoa, tinha 64 anos e era alto e corpulento com voz de baixo-barítono. Partiu deixando a viúva Rosa e as filhas Fabiana e Tatiana, esta um de seus braços direitos na administração dos negócios, entre eles a ótima churrascaria Templo da Carne Marcos Bassi. Deixou também uma legião de fãs dos ótimos grelhados com que nos alimentou nos últimos 35 anos.

Escrevo sobre gastronomia há mais de duas décadas e nesse período encontrei-o, no máximo, meia dúzia de vezes. Em um desses raros encontros, o mais casual deles, Bassi estava internado no Hospital Sírio Libanês para se tratar de uma intoxicação por peixe. Imagine o artesão da carne contaminado por um pescado. Embora um pouco abatido, mantinha o sorriso largo que sempre o caracterizou. Disse que não via a hora de ter alta para voltar à churrascaria. Isso foi há três anos.

+ Leia mais sobre a morte de Marcos Bassi

Inquieto, Bassi, nascido Guardabassi, fez uma grande reforma em seu restaurante em 2006. Do ponto original, um tanto acanhado, nada sobrou. O lugar se transformou em um salão grandioso e confortável, sempre lotado como na última visita que fiz em maio do ano passado. Ainda lembro com saudade da costelinha suína tostada e do bife ancho como há poucos na cidade.

Continua após a publicidade

Foi justamente a única vez que me encontrei com Bassi no restaurante. Ele estava recebendo um grupo de clientes e eu, de saída. Depois, esperava revê-lo em setembro na premiação da edição anual “Comer & Beber”, já que o Templo da Carne era um dos restaurantes indicados. Mas com problemas de saúde, infelizmente, ele não compareceu. Foi representado pela filha Tatiana.

Em novembro, conversamos novamente por telefone sobre Carnes e Churrasco (Senac São Paulo; 128 páginas; 99,90 reais), que seria lançado em seguida.  O livro era ao mesmo tempo um manual ilustrado para quem quer fazer churrasco de qualidade em casa e também uma obra autobiográfica, a trajetória exemplar do restaurateur que começou a carreira ainda adolescente vendendo miúdos de porta em porta pelas ruas do Brás onde se criou, tornou-se dono de uma banca no Mercado Municipal e, finalmente, arrematou um açougue na Bela Vista, batizado depois de Casa de Carnes Bassi. O especialista do churrasco, que revelou ao mundo cortes como o bombom (extraído da alcatra), só se tornaria dono de restaurante em 1978.

Uma vez por ano, era certo conversar com ele. Religiosamente, pouco antes do Natal, Bassi ligava para desejar um ano melhor. Em 2013, o telefone estará mudo e sentirei falta de suas palavras de esperança.

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.