Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Comer & Beber 2021: Shahiya é o melhor árabe da cidade

Sem mesmice, o cardápio montado pelo libanês Georges Barakat mostra um retrato mais contemporâneo da culinária do Oriente Médio

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 jan 2022, 15h46 - Publicado em 21 out 2021, 21h08

Não espere encontrar apenas os sabores mais rotineiros da culinária árabe no Shahiya, casa aberta pelo empresário Fábio Cavalotti em parceria com o chef libanês Georges Barakat. O cozinheiro, radicado há dezessete anos no país, mostra um retrato mais contemporâneo dos pratos.

Ao tradicional homus, a pasta de grão-de-bico, ele adiciona pesto (R$ 26,90). As folhas verdinhas de manjericão, usadas na medida, alteram cor e sabor desse creme muito apreciado durante o café da manhã no Oriente Médio. Coalhada com pepino? Ele faz, mas acrescenta ainda tomate, e o resultado ganha bossa. Custa R$ 29,90.

+ Conheça os melhores restaurantes do guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2021/2022

Cumbuca de pedra sobre prato de pedra com homus esverdeado coberto por folhas de manjericão.
Homus com pesto de manjericão (Ligia Skowronski/Veja SP)

+ Clique aqui para conhecer todos os campeões de 2021

Continua após a publicidade

Outra delícia que começou a pintar neste ano em cardápios de casas do gênero da cidade é o sambusik (R$ 19,90, seis unidades), um pastelzinho de massa amanteigada com recheio de carne. Encontrada em outros endereços da capital, a torre de quibe (R$ 34,90) compõe-se de camadas de quibe cru, carne moída temperada, coalhada seca e cebola frita. Vem numa bonita apresentação, protegida por uma cúpula de vidro.

O arroz de cordeiro (R$ 41,90), úmido, é coberto de lascas de carne e amêndoa laminada. Feito com uma torrada regada por calda de flor de laranjeira e água de rosas na base, o aish el saraya (R$ 8,90 o pequeno) leva malabie cremoso salpicado de pistache.

+ Conheça os melhores endereços bons e baratos do guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2021/2022

Shahiya
Salão e retiradas: Rua Inhambu, 790, Moema, tel. 2537-3337 e tel. 93211-3636 (também WhatsApp). Delivery: próprio e iFood.

Continua após a publicidade

Avaliação: BOM (✪✪✪)

Assine a Vejinha a partir de 12,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Continua após a publicidade

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.