Clique e assine por apenas 6,90/mês

Seguranças do Metrô usarão câmeras acopladas ao uniforme

Segundo o governador João Doria, o equipamento garante mais transparência à atuação dos seguranças

Por Agência Brasil - 31 Jul 2020, 17h37

O governador João Doria anunciou que os agentes de segurança do Metrô de São Paulo vão começar a utilizar câmeras acopladas aos uniformes para aprimorar as ações de prevenção e atendimento a ocorrências.

Segundo ele, foram investidos cerca de R$ 400 000 na compra de 350 câmeras portáteis, as chamadas bodycams. A previsão é de que, até o final de outubro, todas essas câmeras estejam disponíveis para uso.

Os novos dispositivos têm a capacidade de gravar e tirar fotos em alta definição e contam também com bateria de longa autonomia e visão noturna, além de serem resistentes a quedas e água. Para que as câmeras passem a ser usadas, o Metrô está aplicando treinamentos aos 1200 agentes de segurança, para que todos estejam aptos à utilização da nova tecnologia.

“Os agentes de segurança do Metrô de São Paulo passarão a utilizar câmeras acopladas aos uniformes, da mesma maneira que fizemos com a Polícia Militar. As câmeras vão aumentar a transparência nas ações da segurança, melhorar a qualidade da segurança para os usuários e garantir bem-estar a todos que frequentam e utilizam o metrô para trabalhar e se deslocar”, disse o governador.

Continua após a publicidade

Os sons e imagens captadas pelas câmeras não podem ser alteradas pelos agentes.

Publicidade