Clique e assine por apenas 5,90/mês

Santos e Robinho suspendem contrato

Jogador foi condenado em primeira instância por violência sexual

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 16 out 2020, 19h30 - Publicado em 16 out 2020, 19h28

Robinho e o Santos anunciaram nesta sexta-feira (16) que suspenderam o contrato entre o jogador e o clube. O retorno to atacante havia sido acertado no último dia 10 de outubro. A decisão acontece após repercussão de transcrições que indicam que Robinho participou de violência sexual de grupo. Patrocinadores ameaçaram deixar de investir no time. 

“O Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália.”

Robinho também falou sobre o assunto. “Com muita tristeza no coração, venho falar para vocês que tomei a decisão junto do presidente de suspender meu contrato neste momento conturbado da minha vida. Meu objetivo sempre foi ajudar o Santos Futebol Clube. Se de alguma forma estou atrapalhando, é melhor que eu saia e foque nas minhas coisas pessoais. Para os torcedores do Peixão e aqueles que gostam de mim, vou provar minha inocência”.

Continua após a publicidade
Publicidade