Clique e assine por apenas 6,90/mês

Praça Marielle Franco: Câmara aprova homenagem na Brasilândia

Projeto de lei foi aprovado por maioria simples e depende ainda da sanção de Bruno Covas

Por Guilherme Queiroz - Atualizado em 27 nov 2019, 17h08 - Publicado em 27 nov 2019, 17h06

O projeto de lei que batiza uma praça na Brasilândia como Marielle Franco foi aprovado por maioria simples na Câmara Municipal. Antes sem nome, o local que fica na Rua Padre Achilles Silvestre, na Zona Norte da capital, poderá virar uma homenagem à vereadora do Rio de Janeiro, assassinada em março de 2018.

Até a publicação desta matéria, 31 dos 55 vereadores da cidade haviam votado o projeto de lei, dos quais 28 foram favoráveis. Quando finalizado pleito, o projeto deve seguir para sanção do prefeito Bruno Covas (PSDB).

Um dos idealizadores do projeto, o vereador Eduardo Suplicy (PT) conta que a demanda surgiu da comunidade local e também de alguns dos políticos da Casa. Ao todo, foram 39 apoiadores de variadas legendas: Cidadania, DEM, PSB, PSDB, PL, PTB, PSOL, PODE, PP, PV, MDB e Republicanos.

Suplicy vê otimismo para a decisão de Covas. “Não vejo porque ele vai deixar de fazer (sancionar)”, disse. Caso o prefeito aprove a lei, um evento especial deve ser realizado na Brasilândia, ainda sem data definida. “Pretendemos combinar com a comunidade para fazer uma inauguração.”

Continua após a publicidade

O vereador vê a ação como uma importante homenagem para a vereadora. “Marielle Franco hoje é uma figura internacional, e muito importante em todos os estados da federação.”

Publicidade