Clique e assine por apenas 5,90/mês

Quatro parques são reabertos nesta segunda (3) em São Paulo

Espaços verdes funcionarão em horários reduzidos na capital

Por Redação VEJA São Paulo - 3 ago 2020, 13h14

O governo estadual de São Paulo autorizou a visitação pública a mais quatro parques urbanos, a partir de hoje (3). Para todos, serão aplicadas regras que limitam horário de funcionamento, definidas pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima).

Os parques Guarapiranga e Belém, nas zonas sul e leste da capital; Gabriel Chucre, em Carapicuíba; e Ecológico da Várzea do Embu Guaçu funcionarão de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Os visitantes poderão utilizar os espaços para praticar corrida, caminhada ou passeios de bicicleta. Já o uso de parquinhos, quadras e campos para práticas coletivas segue contraindicado, tendo em vista que pode gerar aglomeração de pessoas e aumentar o ciclo de contágio da covid-19.

Para a reabertura, destaca o governo em nota, o uso obrigatório de máscara continua valendo, bem como a medida de distanciamento social.

Os comerciantes de produtos alimentícios deverão seguir as regras específicas do setor. A administração estadual também garante que totens com álcool em gel 70% serão disponibilizados em pontos estratégicos e que a  limpeza e desinfecção dos banheiros serão intensificadas.

Continua após a publicidade

A partir desta segunda, atividades em quadras de tênis poderão ser retomadas e espaços fechados, como bibliotecas, salas de atividades, museus e orquidários, seguirão com restrição.

Em tempo, no dia 17 de julho, a Prefeitura da capital autorizou a reabertura de setenta dos 108 parques municipais, incluindo os Parque Ibirapuera e do Carmo.

Segundo o governo, a Sima irá monitorar o processo de reabertura, para decidir se suspende as restrições impostas a usuários ou não, o que dependerá do comportamento da população.

Na última segunda (27), a Unidade de Conservação Caminhos do Mar também reiniciou as visitações. Na próxima semana, serão disponibilizados aos frequentadores dois novos roteiros, o turístico e o esportivo, em horários distintos. As visitas devem ser agendadas com antecedência mínima de 24 horas, por meio do site da Fundação Florestal, como ocorre com as Unidades de Conservação do Jaraguá e da Cantareira (Núcleo Pedra Grande). As trilhas com mamíferos e cachoeiras permanecem fechadas.  

(Com informações da Agência Brasil)

Continua após a publicidade
Publicidade