Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Modelo que xingou policiais já foi expulsa de show por Dua Lipa

Liziane Gutierrez, que mandou blitz ir para a favela após ser flagrada em festa clandestina, também disse que levou soco de Chris Brown

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 jul 2021, 11h39 - Publicado em 13 jul 2021, 11h18

A modelo Liziane Gutierrez ficou em evidência após ser gravada durante a interdição de uma festa clandestina no último domingo (11) para mais de 500 pessoas nos Jardins. Em vídeo nas redes sociais, ela aparece sem máscara, xingando a força-tarefa da operação e o deputado federal Alexandre Frota, além de mandar as autoridades irem “para a favela”. Porém, antes da polêmica, Liziane já havia se envolvido em outras confusões.

No seu Instagram, a também influencer conta com mais de 500 000 seguidores. Na rede social, declara apoio ao presidente Jair Bolsonaro, tendo postado algumas hashtags como #elesim17 e #bolsonaropresidente2018 durante as eleições.

Em 2018, em um show da cantora Dua Lipa, Liziane foi retirada da área VIP da apresentação por usar uma camisa pró-Bolsonaro. A cantora internacional aderia na época à campanha #EleNão, movimento contrário ao então candidato do PSL. Além disso, Dua é conhecida por se posicionar em defesa das mulheres e da comunidade LGBTQIA+.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

A post shared by Tierrez (@liziane_gutierrez)

Em 2016, Liziane acusou o cantor Chris Brown de agredi-la em Las Vegas. O caso teria acontecido durante uma festa no Palms Hotel e ela alega ter levado um soco no olho enquanto tentava tirar uma foto. Representantes de Brown discordam da versão e afirmam que ela apenas foi retirada do local por estar fora de si.

No ano seguinte ao do barraco em Las Vegas, Liziane Gutierrez tentou participar do concurso Miss Bumbum. Nas suas redes sociais, ela costuma divulgar os diversos procedimentos estéticos, tendo gastado aproximadamente 300 000 reais em modificações, que acabaram por desclassificá-la da competição.

Em uma entrevista a um site americano, Liziane diz ter feito um implante de 130 000 reais para ter um “bumbum de Kim Kardashian”. No Miss Bumbum não são permitidos preenchimentos e e ela acabou eliminada. No Instagram, lamentou o episódio, mas disse que iria retirar o preenchimento para poder participar futuramente do concurso.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

A post shared by Miss Bumbum Brasil (@missbumbumbrasil)

Após os xingamentos durante a fiscalização da festa clandestina em que estava, Liziane admitiu que errou. “Poderia fazer igual aos demais e vir aqui com texto pronto por assessoria pedindo desculpas. Eu sou sincera, sempre fui, e sempre vou ser. Estou mal com essa situação, por ter errado e por ter vídeos fora do contexto”, disse em seus stories.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade