Clique e assine por apenas 6,90/mês

“Foram 21 anos de violência. Nariz quebrado, costela”

Mãe da namorada de Rafael Miguel, ator morto no último domingo (9), revelou histórico de violência do companheiro

Por Redação VEJA São Paulo - 13 Jun 2019, 19h00

Vanessa Tibcherani, mãe de Isabela, namorada do ator Rafael Miguel, morto junto com os pais no último domingo (9), quebrou o silêncio. Em entrevista ao programa Balanço Geral desta quarta (12), a mulher afirmou que foi vítima de violência doméstica durante 21 anos. Paulo Cupertino Matias, apontado pela polícia como autor do triplo homicídio, também batia na companheira.

Com a voz embargada, Vanessa contou que era amante de Matias, que mantinha outra família. Apesar disso, o homem impedia que ela o deixasse, tratando-a sempre com agressividade. “Foram 21 anos de violência. Nariz quebrado, costela. Eu tenho cicatrizes no corpo, na alma”, lamentou.

A mulher explicou ainda que, diferentemente do que foi dito pela filha Isabela, ela não está do lado do suspeito. “Ele sempre foi ruim, mas fazer uma crueldade dessa? Quero que ele se entregue ou seja preso. Espero que a justiça seja feita”, afirmou.

 

Publicidade