Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Doria toma 1ª dose de vacina contra a Covid-19

Aos 63 anos de idade, governador compareceu a um posto de saúde na Zona Oeste da capital

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 7 Maio 2021, 16h36 - Publicado em 7 Maio 2021, 16h35

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tomou na tarde desta sexta-feira (7) a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Acompanhado da esposa, Bia Doria, o tucano compareceu a um posto de saúde no bairro de Pinheiros, Zona Oeste da capital.

Doria, que tem 63 anos de idade, tomou a CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Quem aplicou o imunizante no governador foi a enfermeira do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, Mônica Calazans, que ganhou destaque ao se tornar a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no Brasil.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Atualmente, a faixa etária elegível para vacinação no estado é dos 60 aos 64 anos de idade. A partir do dia 12 de maio podem ser vacinados paulistas com idade entre 55 e 59 anos de idade, com comorbidades. Confira aqui como será o calendário de imunização da próxima semana, que inclui também pessoas com Síndrome de Down, grávidas e puérperas.

 

Continua após a publicidade
Publicidade