Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Bovespa tem queda de 10% e circuit breaker é acionado mais uma vez

Foi a sexta vez em oito dias que a interrupção da negociação de ativos na bolsa foi adotada

Por Guilherme Queiroz 18 mar 2020, 14h41

A negociação de ativos na bolsa de valores brasileira voltou a ser suspensa na tarde desta quarta-feira (18). O chamado circuit breaker foi adotado pela B3. A medida é colocada em prática quando o Ibovespa, o indicador de desempenho médio das ações negociadas na bolsa, cai mais de 10% em relação ao fechamento do dia anterior. Desta vez a queda foi de 10,26%, a 66 961 pontos.

Quando o circuit breaker é acionado as negociações são suspensas por 30 minutos. Até o momento a B3 adotou apenas o estágio I da medida. O movimento pode se repetir se, após a retomada, o Ibovespa voltar a retrair 15% em relação ao fechamento do dia anterior – neste caso, as negociações são suspensas por 1h.

A queda vem em meio ao aumento de casos de coronavírus, o Covid-19, em todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar a doença como pandêmica. O clima nos principais mercados globais é de recessão. Na segunda-feira (16), em coletiva de imprensa sobre a situação nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump admitiu a possibilidade de uma recessão no país, o que aumentou o temor dos investidores.

No Brasil o governo federal pediu para o Congresso Nacional o reconhecimento do estado de calamidade pública. Com a previsão de uma queda na arrecadação com a pandemia o orçamento público terá dificuldades para cumprir a meta fiscal prevista para 2020. Caso o Congresso aprove a medida, a União fica dispensada de cumprir o resultado previsto na lei de diretrizes orçamentárias: o orçamento deste ano admite déficit fiscal de até 124,1 bilhões de reais.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês