Bar do Cofre serve drinques no subsolo do Farol Santander; leia a crítica

Espaço protegido pertence ao mesmo grupo do SubAstor e mantém a decoração do antigo Banco do Estado de São Paulo

Às vezes, o sinal do celular não pega muito bem por lá. Afinal, o Bar do Cofre SubAstor esconde-se no subsolo do Farol Santander, embalado por paredes espessas como as de um bunker. Não é todo dia que a gente bebe em um espaço tão protegido.

Ali ficava o antigo cofre do Banco do Estado de São Paulo. Grades na entrada, pesadas portas redondas de metal e um salão com 1 994 gavetas de pertences compõem a atmosfera do espaço tombado.

The hidden: drinque exclusivo da casa, é composto de uísque, chá rooibos, vermute tinto e Campari

The hidden: drinque exclusivo da casa, é composto de uísque, chá rooibos, vermute tinto e Campari (Carol Gherardi/Divulgação)

A localização extremamente discreta não impediu que uma legião de fãs de bons coquetéis descobrisse o lugar, que bomba desde a inauguração.

Para entrar, não é necessário comprar ingresso para o Farol. Chegue e desça a escada à direita, onde uma hostess vai recebê- lo. Dica: evite sentar-se ao balcão, alto demais e nada ergonômico. Melhor ficar nas mesas, um mix de móveis de diferentes alturas.

Espaço tombado: no subsolo do Farol Santander, é possível tomar drinques no antigo cofre do Banco do Estado de São Paulo

Espaço tombado: no subsolo do Farol Santander, é possível tomar drinques no antigo cofre do Banco do Estado de São Paulo (Carol Gherardi/Divulgação)

Na hora de pedir os drinques, pode rolar um déjà vu: você já deve tê-los visto em alguma lista anterior do SubAstor, na Vila Madalena — a casa é do mesmo grupo. Exemplo disso é o fog cutter (gim, rum, brandy, jerez, laranja, limão-taiti e xarope de amêndoa; R$ 37,00), que desce com tranquilidade.

Cítrico, o hemingway daiquiri (R$ 36,00) leva rum, grapefruit, limão-taiti, marasquino e cereja amarena. Único coquetel exclusivo, o the hidden (R$ 37,00) é composto de uísque, chá rooibos, vermute tinto e Campari. De sabor levemente amargo, o líquido ganha bolhas de gás para garantir o frescor.

Hemingway daiquiri: o drinque cítrico leva leva rum, grapefruit, limão-taiti, marasquino e cereja amarena

Hemingway daiquiri: o drinque cítrico leva leva rum, grapefruit, limão-taiti, marasquino e cereja amarena (Carol Gherardi/Divulgação)

Não deixe de saborear o cremoso croquete de palmito pupunha com raspas de limão e queijo da Serra da Canastra (R$ 31,00; oito unidades).

Outra dica: embora o bar fique em um calçadão, táxis e motoristas são permitidos ali depois das 20h.

Avaliação: BOM (três estrelas)

Clique para conferir o cardápio:

Cardápio

Cardápio (Divulgação/Divulgação)

 

 

 

 

 

Quer mais dicas? Siga minhas novidades no Instagram @sauloy.

Leia também: Empório Sagarana encerra as atividades neste semestre

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha. É só clicar aqui.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s