Clique e assine por apenas 6,90/mês
Notas Etílicas Por Saulo Yassuda Dicas, novidades e observações do mundo dos bares e das bebidas

Empório Sagarana encerra as atividades neste semestre

Endereço especializado em cachaça, premiado três vezes por VEJA COMER & BEBER, realiza uma série de eventos de despedida

Por Saulo Yassuda - Atualizado em 5 abr 2019, 10h41 - Publicado em 5 abr 2019, 06h00

É tempo de despedida no Empório Sagarana. O proprietário, Paulo Leite, anunciou que encerrará as atividades do bar. “Não bati a data, mas será neste semestre”, afirma. A casa é um dos poucos endereços da capital a valorizar a cachaça como se deve e já amealhou três prêmios COMER & BEBER — melhor boteco, em 2011, e melhor carta de cachaças, em 2013 e 2014.

Aberto como um mercadinho mineiro na Vila romana, em 2009, o Sagarana foi transformado em bar no mesmo ano. Marcou época pelo clima interiorano e pelo atendimento cheio de hospitalidade, bem como pelas boas caninhas e cervejas artesanais. Em 2012, ganhou uma filial na Vila Madalena, atualmente a única unidade em funcionamento.

paulo-leite-proprietario-do-emporio-sagarana-comer-e-beber-2013-credito-mario-rodrigues.jpeg
Paulo Leite, proprietário do Empório Sagarana, vencedor de três prêmios pelo COMER & BEBER, em foto de 2013 Mario Rodrigues/Veja SP

Nos últimos meses, o bar não enchia como antes e apareceram interessados pelo ponto. “Faz dez anos que estou na noite, e isso desgasta”, diz o mineiro de alfenas. “Vou fechar, mas continuarei a me dedicar aos destilados”, garante.

Para despedir-se da casa, ele programou uma série de eventos semanais com a presença de chefs e bartenders. “Convidei profissionais que influenciaram meu trabalho”. A estreia é na quinta (11), com o chef Leo Botto, que vai preparar tiras de costela bovina com legumes (R$ 30,00) combinadas à caipirinha de coquinho azedo (R$ 25,00), fruto da caatinga, sugerida pelo anfitrião.

Continua após a publicidade
Marcelo e Carolina: convidados por Paulo Leite para eventos de despedida do Empório Sagarana Denise Andrade/Ligia Skowronski/Divulgação

Na quinta seguinte (18) aparecem os irmãos Marcelo Corrêa Bastos (Vista e Jiquitaia) e Carolina Corrêa Bastos (Jiquitaia), que levam caldo de mocotó e costelinha suína com quirera e o drinque caju amigo (R$ 25,00 cada um).

Para as próximas semanas, estão confirmados nomes como Rodrigo Oliveira e a dupla Greigor Caisley e Jean Ponce, ainda sem data estabelecida.

Quer mais dicas? Siga minhas novidades no Instagram @sauloy.

Leia também: Bar Espírito Santo em nova fase

Continua após a publicidade

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha. É só clicar aqui.

Publicidade