Clique e assine com até 89% de desconto
Delícia de Conta Por Comidinhas Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira

Comer & Beber 2020: Fat Cow serve os melhores hambúrgueres da cidade

A casa do chef Luiz Filipe Souza põe um filtro gastronômico nas receitas de lanchonete

Por Gabriela Del'Moro Atualizado em 19 nov 2020, 20h03 - Publicado em 19 nov 2020, 20h04

Sim, o sanduíche acima é um hambúrguer do Fat Cow. Embora tenha mais cara de tostex — o que, na prática, não deixa de ser também —, o chamado prensadinho (R$ 29,00) tem 90 gramas de peito e acém bovinos moídos e grelhados, mix de queijos, tomate e bacon no pão de fôrma. A pedida é comprimida na chapa quente, onde ganha a crosta dourada, antes de ser fatiada em três tiras.

Você nem vai sentir falta do formato convencional. Mas, se fizer questão, o cebolinha (R$ 39,00) se mostra um ótimo exemplar. O hambúrguer de 180 gramas (agora, sim, redondo) no pão de produção própria é incrementado de cebola em seis variações: caramelada, confitada, empanada, crocante, em picles e na maionese, tudo junto de cebolinha verde picada.

Sempre com um filtro gastronômico, as receitas são criações do chef Luiz Filipe Souza, também à frente do premiado Evvai, e do instagrammer de comida Fabio Moon. Desde março, a dupla conta com o auxílio de Uilian Goya, o comandante da cozinha no dia a dia. Com passagens por izakayas e restaurantes orientais, ele agregou ao menu a encantadora tako-xinha (R$ 21,00 a dupla), coxinha cremosa de polvo, para petiscar.

Quase obrigatória na sobremesa, a torta musse de chocolate gelada é envolta em casquinha do mesmo ingrediente (R$ 19,00 a fatia), com textura e sabor que lembram aqueles sorvetes quadradinhos da infância.

Fat Cow
Rua Iaiá, 173, Itaim Bibi, tel. 3078-8098.

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade