Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

O espanhol Alma María fechou ao completar seis meses

Foram apenas seis meses o curtíssimo tempo de vida do Alma María. O restaurante espanhol, que funcionava em frente ao Italy, abriu as portas no dia 8 de dezembro de 2011 e serviu sua última refeição no dia 13, anteontem. Embora o empresário espanhol Juan Escudero não tenha revelado o valor do investimento no imóvel […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 27 fev 2017, 12h24 - Publicado em 15 jun 2012, 15h11

Fachada: detalhes em concreto (Foto: Tuca Reines)

Foram apenas seis meses o curtíssimo tempo de vida do Alma María. O restaurante espanhol, que funcionava em frente ao Italy, abriu as portas no dia 8 de dezembro de 2011 e serviu sua última refeição no dia 13, anteontem.

Embora o empresário espanhol Juan Escudero não tenha revelado o valor do investimento no imóvel da Rua Oscar Freire, não era difícil notar que a quantia foi alta. Calcula-se no mercado entre os especialistas que o montante gire em torno de 7 milhões de reais.

Com um conceito de restaurante-design, o salão do Alma María estava entre os mais charmosos da cidade (conheça o projeto). Entre os detalhes criados pelo arquitero Arthur Casas, mais de 300 nichos de estantes ocupavam toda a extensão de uma das paredes de pé-direito altíssimo.

Infelizmente, a gastronomia não correspondia em qualidade ao visual do belo ambiente distribuído em diferentes pavimentos.

Salão dividido em vários pisos: moldura de prateleiras com diferentes produtos (Foto: Tadeu Brunelli)

Continua após a publicidade
Publicidade