Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mohamad, um vencedor entre os eliminados do MasterChefBR

Na quinta passada, enquanto assistia ao episódio em que era eliminado do MasterChef Brasil, Mohamad Hindi Neto abriu o bocão em público. Ele estava sentado, solitário, na calçada em frente ao bar Boca de Ouro, onde costuma bater cartão. + Helena Rizzo, do Maní, é a melhor chef do mundo “Não, eu não chorei”, desconversa. […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 26 fev 2017, 19h38 - Publicado em 16 dez 2014, 22h33
Mohamad: aprendizado no Beato por salário de menos de 1.000 reais (Foto: Arnaldo Lorençato)

Mohamad: aprendizado no Beato por salário de menos de 1.000 reais (Foto: Arnaldo Lorençato)

Na quinta passada, enquanto assistia ao episódio em que era eliminado do MasterChef Brasil, Mohamad Hindi Neto abriu o bocão em público. Ele estava sentado, solitário, na calçada em frente ao bar Boca de Ouro, onde costuma bater cartão.

+ Helena Rizzo, do Maní, é a melhor chef do mundo

“Não, eu não chorei”, desconversa. “Fiquei emocionado. Acabei vendo o programa sozinho no celular. Acho maioria das pessoas que viu se emocionou. Não foi diferente comigo.”

Mohamad, o atrapalhado, parecia que não passaria de meia-dúzia de programas. Isso com sorte. Ele chegou a ouvir de Erick Jacquin, o mais temido, abusado e divertido dos jurados: “Você nunca vai ser um chef”. Para piorar, no início da competição, Mohamad, o cabeludo, ele não usava qualquer proteção na cabeça. Conquistou algumas antipatias entre os telespectadores, mas arrebanhou uma legião de fãs. É um campeão no assunto, como se verá no fim deste post.

+ Restaurante com a mais bela vista de São Paulo

Quanto ao cabelo longo e encaracolado, o comportamento de Mohamad evoluiu bastante. Ele passou usar um boné, embora Paola Carosella tenha se queixado do cheiro muito agradável do acessório que ele usou em algumas vezes. Depois foi a vez das bandanas, dos gorros…

Dos chefs convidados que passaram pelo MasterChef, Mohamad não hesitou em bater na porta de Alberto Landgraf, do premiado Epice. Sua amiga e concorrente Elisa foi mais rápida e conseguiu uma colocação no ótimo restaurante contemporâneo. Mas Mohamad não ficou sem teto. Ele conquistou uma vaga no Beato, do qual Landgraf é sócio. Nessa casa de cozinha caseira feita de maneira moderna, aprendiz está tendo a chance de se aproximar de técnicas.

Um par de sábados atrás, fui almoçar no Beato e me encontrei com Mohamad por acaso. Ele estava com os cabelos presos por um lenço como é  possível ver na foto que abre o post.

Continua após a publicidade

“Aprendi bastante nesse período”, conta. Além do restaurante, ele também fez alguns trabalhos esporádicos, como cozinhar com Bel Coelho em seu restaurante itinerante Clandestino. Aliás, foi elogiado por ela em post que fiz antes e você confere aqui.

Mohamad: choro na eliminação (Foto: divulgação)

Mohamad: choro na eliminação (Foto: reprodução)

E não lhe faltam projetos. Embora tenha preparado uma barriga de porco para 50 pessoas no aniversário de um amigo comemorado no Minhocão – “um espaço público incrível” – , não considera esse seu primeiro evento oficial. “Por idealismo, queria mostrar como com pouco dinheiro as pessoas podem usar o espaço público”, acredita.

A estreia oficial já está marcada e será na House of Food, cozinha por aluguel em Pinheiros. “Pretendo assar uma leitoa se conseguir com uma amiga que vai trazer do interior. Também farei um hambúrguer de quibe cru selado na chapa com molho de iogurte e hortelã e um sanduíche de barriga de porco com maionese de gengibre e agrião hidropônico”, adianta. E olha que Mohamad é muçulmano, religião que, como o judaísmo, proíbe a carne de porco. O evento está programado para 18 de janeiro.

Mohamad espera receber muita gente. Afinal, o neocozinheiro viu seus seguidores crescerem exponencialmente nas redes sociais desde sua estreia no MasterChef Brasil. Acredita ser esse um indício de sua popularidade. “Tenho 53 mil seguidores no Instagram, 18 mil no Twitter e outros 18 mil na minha página do Facebook”, contabiliza. “Recebo e recebi muitas mensagens por causa de minha saída. São crianças, idosos e jovens que se emocionaram com a minha saída”, garante.

#gallery-1 {
margin: auto;
}
#gallery-1 .gallery-item {
float: left;
margin-top: 10px;
text-align: center;
width: 33%;
}
#gallery-1 img {
border: 2px solid #cfcfcf;
}
#gallery-1 .gallery-caption {
margin-left: 0;
}
/* see gallery_shortcode() in wp-includes/media.php */

+ Receita: tiramisu original. É  bico!
+ Receita: cheesecake de Nutella

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter.

Continua após a publicidade
Publicidade