Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Corrutela privilegia ingredientes orgânicos; leia a minha crítica

Endereço é comandado por Cesar Costa, que prefere fazer tudo do zero, na própria cozinha

Por Arnaldo Lorençato 10 ago 2018, 07h00

Uma das grandes estreias do ano, o Corrutela é um local singular. Chef e sócio do restaurante, Cesar Costa está empenhado em dominar todas as etapas que envolvem a produção de ingredientes, em sua maioria orgânicos. Do agricultor ao descarte de eventuais sobras em uma composteira, nada deve agredir a natureza nem o estômago do cliente.

O cozinheiro — inspirado pela maga americana das matérias-primas sazonais Alice Waters, com quem trabalhou no californiano Chez Panisse — prefere que tudo seja feito lá mesmo. assim, compra o cacau usado na elaboração de sobremesas tão mutantes quanto os cardápios. Uma delas é o brownie com sorvete de banana (R$ 24,00).

A cozinha â vista: público pode observar a produção Ricardo D'Angelo/Veja SP

Embora todas as sugestões tenham preço individual, vale a pena pedir um dos dois menus, o herbívoro ou o onívoro, a R$ 95,00 cada um. Nas duas vezes em que estive no Corrutela, não havia carnes bovinas, mas pescados.

Embora fossem ótimos os produtos do mar — como a lambreta de Cananeia com folhinhas de coentro e uma torrada que poderia ser mais macia para que se aproveite melhor o delicioso caldo de porco ao jerez (R$ 40,00) e a tainha no vapor com cebolas novas, bottarga e o ótimo purê de brócolis perfumado por hortelã (R$ 58,00) —, a excelência estava nas opções vegetarianas.

Steak de couve-flor: com aroma tostado e sobre creme de semente de girassol Ricardo D'Angelo/Veja SP

Laminados e salpicados de queijo tulha, os cogumelos de Santa Catarina (R$ 38,00) são formidáveis, assim como a couve-flor de aroma tostado sobre creme de sementes de girassol com avelã (R$ 54,00) — só poderia ser evitado o uso de steak, dispensável para um vegetal.

Nesta casa, que trabalha apenas com reserva, antes dos pratos desfrute o couvert com pães de fermentação natural e ladeados de manteiga do fermentado de leite kefir.

Avaliação: MUITO BOM (quatro estrelas)

Continua após a publicidade

Clique para conferir o cardápio:

Divulgação/Divulgação

 

 

 

 

 

Valeu pela visita! Volte sempre e deixe seu comentário. Aproveite para curtir minha página no Facebook e minhas postagens no Instagram. As novidades quentes aparecem também no meu Twitter.

Continua após a publicidade
Publicidade