Roteiro

Bares com mais de dez torneiras de chope

Confira seis bons endereços para provar, diretamente do barril, versões nacionais e importadas da bebida

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

São Paulo Tap House
São Paulo Tap House: vencedora do ranking possui 40 torneiras (Foto: Ligia Skowronski)

De uns tempos para cá, o paulistano que gosta se aventurar pelo universo cervejeiro descobriu um prazer a mais: o de ter muitas alternativas da bebida que vão do barril direto para o copo. Campeã em número de toneiras, o São Paulo Tap House mantém quarenta versões de chope nacional, mas não está sozinho neste quesito. Confira a seguir uma lista de bares que enfileiram mais de dez torneiras de chope em seu balcão. 

+ Veja uma seleção de bolinhos de dar água na boca

Fique ligado: a lista de bebidas disponíveis nas casas costuma variar quase que diariamente. Vale a pena consultar os endereços antes de sair de casa.

São Paulo Tap House

Atrás do balcão, enfileiram-se quarenta torneiras de chope nacional. Mutante, o nome das alternativas fica exposto em um painel eletrônico no salão e em listas nos tablets. Pedidas como a Insana Chocolate Porter (R$ 24,00; 330 mililitros) e a Jambreiro Red Danube (R$17,00; 330 mililitros) podem ser servidas também em copo americano de 150 mililitros .Toda semana, há ainda uma degustação com quatro opções à escolha da casa por R$ 29,00

 

Empório Alto dos Pinheiros

Empório Alto dos Pinheiros
Uma das prateleiras da casa: garrafas de todo canto (Foto: Mario Rodrigues)

As 33 torneiras estão presentes nesse misto de loja e bar e expedem bebidas nacionais e importadas, que mudam a cada dia. O cliente pode consumir, por exemplo, a Guinness por R$ 20,00 (570 mililitros) e a americana Ballast Habanero Sculpin R$ 44,00 (470 mililitros). 

 

Choperia São Paulo

A casa trabalha com vinte torneiras expedindo só chopes artesanais produzidos de cervejarias do estado de São Paulo. Da paulistana Júpiter, há a versão IPA para encher o copo de 200 mililitros (R$ 13,00) ou de 580 mililitros (R$ 29,00). Da Urbana, a Boo Grapefruit, nos mesmos tamanhos (R$ 13,00 e R$ 32,00, respectivamente). Da cidade de Jundiaí, o chope pilsen da Bier Nards sai a R$ 14,00 (580 mililitros).

 

Aé Sagarana

Aé Sagarana
A casa aposta no chope: as torneiras também expedem o amarguinho La Chouffe (Foto: Mario Rodrigues)

Com o dólar alto, o bar tem investido cada vez mais nas marcas nacionais para engatar em suas 21 torneiras de chope. A cerveja Fio Terra, da Urbana, enche o copo de 300 mililitros por R$ 19,00. De origem belga, a Tripel Karmeliet é expedida em copo de 350 mililitros por R$ 32,00. 

 

BrewDog Bar

BrewDog Bar
Hardcore ipa, punk ipa e 5 a.m.: chopes da marca escocesa (Foto: Lucas Lima)

A casa mantém 22 torneiras de chope -- de uma delas sai a bebida da marca, uma IPA batizada de Punk (R$ 48,00; 570 mililitros), que sempre está disponível. Da cervejaria Bamberg, a pilsen e a weizen são vendidas a R$ 24,00 (570 mililitros). 

 

Ambar

O bairro de Pinheiros acaba de receber um novo bar especializado em cervejas artesanais. Aberta no dia 18 de fevereiro, a casa, localizada na Rua Cunha Gago, 129, é a realização do projeto dos sócios Julia Fraga e Fábio Comolatti, que conta com uma câmera fria de 15 torneiras de chopes nacionais para tomar em copos de 200 mililitros, 310 mililitros ou 500 mililitros, sofrendo variação de preço conforme a marca da cerveja. A Mea Culpa, por exemplo, sai a R$ 20,00, no tamanho maior, e a Bamberg pilsen, a R$ 14,00. Uma outra novidade é a garrafa growler de um litro, com custo de 8 reais (podendo levar pra casa e retornar com ela ao bar), para enchê-la da cerveja que desejar, pagando o líquido. 

 

Cervejaria Ideal

Cervejaria Ideal
Cervejaria Ideal: endereço premiado por VEJA COMER & BEBER (Foto: Mario Rodrigues)

Premiado como o melhor bar para tomar chope na última edição especial VEJA COMER & BEBER, a choperia se dá ao luxo de não ter cardápio fixo. Suas doze torneiras brincam de esconde-esconde e sempre expedem um tipo diferente da bebida. Entre as opções, o cliente poderá bebericar a própria cerveja da casa, a Ideal Gold, uma blond ale, nos tamanhos de 300 mililitros (R$ 10,00) ou de 560 mililitros (R$16,00).

+ Endereços para impressionar o amigo gourmet

+ Novos bares que estão na moda em SP

Fonte: VEJA SÃO PAULO