Continua após publicidade

Seis em cada dez crianças do Estado ainda não se vacinaram contra a gripe

Passados 80 dias do início da imunização, cobertura é de apenas 39,6% do público-alvo

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
14 jun 2022, 16h15

Passados 80 dias do início da vacinação contra a Influenza no estado de São Paulo, apenas 1 milhão das mais de 2,6 milhões de crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade foram levados até os postos de saúde por seus pais ou responsáveis para receber a dose do imunizante contra a gripe. O número corresponde a apenas 39,6% da cobertura vacinal.

+Protagonistas de Pantanal estão com Covid-19 e entram em isolamento

Os índices estão baixos também entre as gestantes e puérperas, já que apenas 29% deste público foi vacinado.

Por outro lado, os idosos são os que mais aderiram à campanha, com 60% de cobertura vacinal nessa faixa. Apenas metade (50,7%) dos profissionais de saúde tomaram a vacina. Outro público que teve baixa adesão foi entre os professores: somente 36% se vacinaram.

O imunizante está disponível apenas para esses grupos, além de outros profissionais (leia ao final quem pode tomar a dose). No geral, a cobertura está muito abaixo do esperado, de 42,6%, já que apenas 7,5 milhões de pessoas de um total de 17,9 milhões alvos da campanha foram vacinadas.

Continua após a publicidade

+Paralisação dos ônibus na capital afeta 1,5 milhão de pessoas 

A gripe é uma doença que mata, segundo lembrou o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, em nota. “Estamos em um período de baixas temperaturas, quando vemos um aumento nos hospitais dos pacientes com doenças respiratórios, por isso, é muito importante que pais e responsáveis levem seus filhos para se vacinar”, afirma.

Confira quem pode tomar a vacina da gripe

  • trabalhadores da Saúde;
  • crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
  • idosos maiores de 60 anos;
  • gestantes e puérperas;
  • indígenas;
  • professores;
  • pessoas com comorbidades;
  • pessoas com deficiências permenentes;
  • forças de Segurança e Salvamento e Forças Armados;
  • funcionários do Sistema Prisional e População Privada de Liberdade;
  •  caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário, passageiros urbanos e de longo curso;
  • trabalhadores portuários.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.