Clique e assine por apenas 5,90/mês

Doria decreta quarentena obrigatória a partir de terça (24)

Todos os serviços não essenciais devem fechar durante quinze dias

Por Mônica Santos - Atualizado em 21 mar 2020, 17h41 - Publicado em 21 mar 2020, 12h57

O governo do Estado de São Paulo decretou a instalação de uma quarentena obrigatória de 15 dias a partir da próxima terça-feira (24) para todos os 645 municípios do Estado. 

Em coletiva neste sábado (21), João Doria anunciou que todos os serviços não essenciais devem fechar as suas portas até 7 de abril, com a possibilidade de prorrogação.

A medida vale para os negócios que lidam com o público, mas não abrange a indústria, que trabalha sem atendimento público e é essencial para o abastecimento do país. Restaurantes e bares, por exemplo, só podem operar por delivery. As padarias podem vender produtos, mas não poderão mais servir refeições em seu salão. Os açougues, podem funcionar.

O governador João Doria também afirmou que permanecem em funcionamento os serviços de call center e obras civis, cabendo aos contratantes o cuidado para manter todas as precauções necessárias para evitar a propagação do coronavírus entre seus funcionários. Também podem funcionar bancas de jornal, pet shops e oficinas.

Continua após a publicidade
Publicidade