Botequim do Hugo (Desde 1987)

Tipos de Bares: Botecos
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Pedroso Alvarenga, 1014 - Itaim Bibi - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 30796090
Horário:
segunda-feira
16:00 - 22:00
terça-feira
16:00 - 22:00
quarta-feira
16:00 - 22:00
quinta-feira
16:00 - 22:00
sexta-feira
16:00 - 22:00
sábado
Fechado
domingo
Fechado
Fecha aos feriados.
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Lugares/Capacidade total (30 lugares)

Resenha por Saulo Yassuda e Gabrielli Menezes

Herói da resistência do Itaim Bibi, este sim é um botecão de “ambiente familiar”. Ele é tocado pelos irmãos Emiliana e Hugo Cabral e ocupa um imóvel que pertence à família desde os anos 20, e que antes funcionava como mercearia. Quem se acomoda em meio aos incontáveis cacarecos da decoração costuma não inventar no pedido. Vai logo de cerveja de garrafa (Original ou Serramalte, R$ 12,00) e um dos dois clássicos absolutos. O primeiro atende pelo nome de pastel da zizi (R$ 6,00), friturinha de respeito com recheio de queijo, carne ou palmito, e o outro é o buraco quente (R$ 9,00), pão francês com uma carne moída úmida e cheia de sabor. A porção de tremoço (R$ 9,00) é outra pedida que honra a tradição botequeira local.

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Botecos Comer & Beber .

      Herói da resistência do Itaim Bibi, este sim é um botecão de “ambiente familiar”. Ele é tocado pelos irmãos Emiliana e Hugo Cabral e ocupa um imóvel que pertence à família desde os anos 20, e que antes funcionava como mercearia. Quem se acomoda em meio aos incontáveis cacarecos da decoração costuma não inventar no pedido. Vai logo de cerveja de garrafa (Original ou Serramalte, R$ 12,00) e um dos dois clássicos absolutos. O primeiro atende pelo nome de pastel da zizi (R$ 6,00), friturinha de respeito com recheio de queijo, carne ou palmito, e o outro é o buraco quente (R$ 9,00), pão francês com uma carne moída úmida e cheia de sabor. A porção de tremoço (R$ 9,00) é outra pedida que honra a tradição botequeira local. (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Saulo Yassuda e Gabrielli Menezes

    • 2017 - Participante

      Botecos Comer & Beber .

      No sobrado de 1927, com seletos trinta lugares, o boa-praça Hugo Cabral Filho e a irmã, Emiliana, preservam o clima de vendinha do interior em pleno Itaim. Escrito a mão em letra caprichada, o cardápio relaciona algumas poucas porções tão prosaicas como o ambiente, entre elas a de tremoço (R$ 9,00) e a de azeitona preta (R$ 10,00). Mas é raro alguém fugir do buraco quente (R$ 9,00), sanduíche de pão francês recheado de carne moída bem temperada. Para beber, também fica-se no básico, com cervejas em garrafa (Original, R$ 12,00). (Preços checados em setembro de 2017).

      Saulo Yassuda e Fábio Galib

    • 2016 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Quem chega pela primeira vez ao minúsculo boteco tocado por Hugo Cabral Filho e pela irmã, Emiliana, sente-se viajando no tempo. O lugar parece ter parado entre os anos 30 e 40, com seus pesados móveis de madeira e um espartano horário de funcionamento — abre apenas nos dias úteis e encerra o expediente cedo. O público vai de cerveja em garrafa e raramente escapa do clássico da casa, o buraco quente (pão francês recheado de carne moída bem úmida; R$ 9,00). O pastel de jeitão caseiro também é uma delícia: de carne, queijo ou palmito, custa R$ 5,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Saulo Yassuda e Fábio Galib

    • 2015 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Aninhado em meio ao burburinho empavonado que acomete o Itaim Bibi, o bar de Hugo Cabral Filho preserva a simplicidade reservada aos autênticos botecos. No salão apinhado de cacarecos antigos, incluindo aí um berrante, rádios e uma coleção de pinguins de geladeira, o anfitrião conta com o reforço de sua irmã, Emiliana, para manter o negócio iniciado pelo avô. Não espere ser recebido com cardápio: pede-se tudo diretamente no balcão, olho no olho, como antigamente. Tem porções de tremoço e de azeitona (R$ 8,00 e R$ 9,00, respectivamente) e outros acepipes para fazer tabela às cervejas de garrafa Original e Serramalte (R$ 10,00 cada uma). O grande hit do lugar, porém, atende pelo nome de buraco quente (R$ 9,00). Ou seja, o sanduíche de pão francês recheado de carne moída bem temperada e que pode ser incrementado com gorgonzola ou queijo prato. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Saulo Yassuda

    • 2014 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Em frente à residência onde cresceram e ainda vivem, os irmãos Hugo Cabral Filho e Emiliana tocam este boteco parado no tempo, que resiste firme em meio aos edifícios do Itaim. Abre apenas nos dias úteis, encerra o expediente cedo e tem pouquíssimos lugares — e, mesmo assim, você vai querer voltar. Uma das razões é o buraco quente, sanduíche de pão francês crocante, recheado de carne moída úmida e bem temperada (R$ 9,00 a versão com gorgonzola). A cozinha também manda um feioso, disforme e delicioso pastel de palmito (R$ 5,00), de massa caseira. Enquanto espera os quitutes, beba uma gelada (R$ 9,00, Brahma; R$ 10,00, Bohemia, Original e Serramalte) e passe os olhos pelas prateleiras. Verá um globo terrestre, um rádio velho, frascos vazios de perfume e outras bugigangas mil. Na hora de ir, é difícil não reparar na barulheira da máquina de somar manual em que Hugo fecha a conta. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Saulo Yassuda

    • 2013 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Uma roca, um gramofone, um pinguim de geladeira (em cima da mesma, obviamente), máquinas de escrever, cornetas, carrancas, santinhos, fotos antigas, além da movelaria de décadas atrás, dão o tom para este boteco de tempos imemoriáveis comandado pelo boa-praça Hugo Cabral Filho e sua irmã Emiliana. Um negócio de família com aquela alma que já não existe mais nos bares da região. O enxuto cardápio, escrito a mão em caligrafia impecável, divide o mundo entre secos e molhados. Dos primeiros é imperioso pedir o buraco quente (sem queijo, R$ 7,00; com gorgonzola ou queijo prato, R$ 8,00), de carne moída quentinha recheando um pão francês. Os pastéis da Zizi, receita da mãe dos proprietários, também faz sucesso nas versões carne, queijo e palmito (R$ 4,00 cada um). Molhar o bico ali é tarefa para ser feita com cervejas em garrafa (Bohemia e Original, R$ 9,00) — muitas e de preferência na companhia de amigos e sem preocupações. Este é um lugar para passar o tempo, mesmo que ali ele pareça que nunca passou. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    • 2012 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Pode parecer inacreditável, mas ainda existe no Itaim um lugar em que o dono anota o consumo das mesas numa folha de papel e conhece a clientela pelo nome, além de não abrir aos sábados e domingos e encerrar o expediente às 22 horas nos outros dias da semana. Trata-se do legítimo botequim do paulistano Hugo Cabral Filho, espécie de herói da resistência no bairro. Ele e a irmã Emiliana, seu braço direito, herdaram a casinha da família, que manteve ali por muitos anos um comércio de secos e molhados. Daí o jeitão de vendinha do interior do lugar, com prateleiras empoeiradas cheia de cacarecos, que convidam à nostalgia. Para acompanhar a cervejinha em “casco” de 600 mililitros, há poucos tira-gostos, entre eles porções de tremoço, azeitona preta e provolone.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2010/2011

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s