Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Barú Marisquería

(Desde 2018)

Tipos de Restaurantes: Bom e barato, Latinos

VejaSP:

Endereço: Rua Augusta, 2542 - lojas 5 e 6 (Villa San Pietro) - Jardim Paulista - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 30620898

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:00

quarta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:00

quinta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:00

sexta-feira 12:00 - 15:00 - 19:00 - 22:00

sábado 12:00 - 16:30 - 19:00 - 22:00

domingo 12:00 - 16:30

Faixa de preço: Até R$140,00

Informações adicionais: Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (26), Levar vinhos (permite) (R$ 50,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato

Com muita gentileza os garçons, sob o comando da ótima sommelière-gerente Camila Ciganda, fazem reservas por telefone e avisam quando os clientes devem se dirigir ao restaurante em uma vilinha charmosa da Rua Augusta. Isso não impede que, aos fins de semana, depois da chegada por lá, não se espere ainda mais uma hora para conseguir a mesa. O Barú, premiado como restaurante bom e barato de 2019 por VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER, bomba. A proposta do chef e proprietário, o colombiano Dagoberto Torres, é que as pessoas vão partilhando os pratos organizados em pequenas porções. Essa rota do mar pode ter tostadas de camarão (R$ 34,00), que são tortilhas de milho fritas com o crustáceo ao molho picante e guacamole, e o picadito playero (R$ 35,00), nome para o ceviche de atum com pimentas doce e sriracha sobre patacones de bananada- terra. De sabor mais intenso, o curadito (R$ 49,00) é a pescada-amarela curada e fatiada com creme azedo de raiz-forte e ovas de mujol. Tenras e chapeadas, as lulinhas na manteiga com pimenta-verde são ótimas e custam R$ 48,00. Como tradição, há uma única sobremesa na casa, o tres leches (R$ 20,00) com abacaxi grelhado e manga fresca misturados a pão de ló umedecido por leites condensado e integral vaporizado mais marshmallow tostado.

Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.

    Com muita gentileza os garçons, sob o comando da ótima sommelière-gerente Camila Ciganda, fazem reservas por telefone e avisam quando os clientes devem se dirigir ao restaurante em uma vilinha charmosa da Rua Augusta. Isso não impede que, aos fins de semana, depois da chegada por lá, não se espere ainda mais uma hora para conseguir a mesa. O Barú, premiado como restaurante bom e barato de 2019 por VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER, bomba. A proposta do chef e proprietário, o colombiano Dagoberto Torres, é que as pessoas vão partilhando os pratos organizados em pequenas porções. Essa rota do mar pode ter tostadas de camarão (R$ 34,00), que são tortilhas de milho fritas com o crustáceo ao molho picante e guacamole, e o picadito playero (R$ 35,00), nome para o ceviche de atum com pimentas doce e sriracha sobre patacones de bananada- terra. De sabor mais intenso, o curadito (R$ 49,00) é a pescada-amarela curada e fatiada com creme azedo de raiz-forte e ovas de mujol. Tenras e chapeadas, as lulinhas na manteiga com pimenta-verde são ótimas e custam R$ 48,00. Como tradição, há uma única sobremesa na casa, o tres leches (R$ 20,00) com abacaxi grelhado e manga fresca misturados a pão de ló umedecido por leites condensado e integral vaporizado mais marshmallow tostado.

    Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.