Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Um ano da morte de Paulo Gustavo: relembre a trajetória do ator

Famoso por sua atuação como a Dona Hermínia, em Minha Mãe é Uma Peça, ator marcou o cenário artístico brasileiro

Por Mara Matos Atualizado em 4 Maio 2022, 09h41 - Publicado em 4 Maio 2022, 09h40

Ator, humorista, roteirista, diretor, apresentador. Paulo Gustavo conquistou o público com muita leveza. Ele faleceu em 4 de maio de 2021, depois de 53 dias internado em decorrência da Covid-19. Após um ano de sua morte, completado nesta quarta-feira (4), vale relembrar sua história e carreira tão marcantes.

Nascido em 30 de outubro de 1978, em Niterói, no Rio de Janeiro, Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros foi criado em uma família de classe média. Estudou no tradicional Colégio Salesiano durante o ensino fundamental e assumiu-se bissexual ainda na adolescência, quando enfrentou preconceito explícito por parte de um professor.

+ Thales diz que filho se afasta quando ouve falar de Paulo Gustavo

Sua formação como ator aconteceu em 2005, na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), no Rio de Janeiro. Mas, ele já roubava a cena antes mesmo do diploma. Seu primeiro sucesso foi a peça humorística ‘Surto’, em 2004. Lá é que nasceu sua personagem mais aclamada, a Dona Hermínia, inspirada na própria mãe, Déa Lúcia Vieira Amaral.

Em 2005, ele deixou a peça para participar de outra, a ‘Infraturas’, escrita por seu colega Fábio Porchat e que lhe rendeu cinco personagens femininas. Em 2006 surgiu Minha Mãe é Uma Peça, em que Dona Hermínia é ainda mais desenvolvida.

Minha Mãe é uma Peça - O Filme
Minha Mãe é uma Peça – O Filme Divulgação/Divulgação

O sucesso foi tanto que, naquele ano, Paulo foi indicado na categoria melhor ator ao Prêmio Shell de Teatro, uma das principais premiações do gênero no Brasil e a peça se transformou em filme em 2013 e ganhou mais outras duas continuações em 2016 e 2019. 

Com Minha Mãe é Uma Peça, Paulo se lançou também na literatura. Com o mesmo nome, seu livro aborda ainda mais a trajetória de Dona Hermínia, que teve mais capítulos engraçados.

+ Clássico de Glauber Rocha será reexibido no Festival de Cannes 2022

Também esteve nas séries ‘Minha Nada Mole Vida’ e A Diarista. Em 2011, tornou-se o apresentador do 220 Volts, no Multishow. Seu último trabalho foi justamente o especial de fim de ano do programa, exibido em dezembro de 2020.

Ainda nao Multishow, estreou em 2013 o Vai que Cola, programa que ganhou uma adaptação para o cinema. No ano seguinte, conquistou um novo programa, o reality ‘Paulo Gustavo na Estrada’ (2014). Já em 2017 passa a integrar o elenco de ‘A Vila’, alcançando todos os programas do canal e chegou ao cinema com Fala Sério, Mãe!.

Em 2018, um ano depois, trabalhou no filme Minha Vida em Marte, ao lado de Mônica Martelli, também um sucesso. 

Continua após a publicidade

+ Justiça condena pastor por homofobia contra o ator Paulo Gustavo

A família sempre foi muito importante para o artista. Sua personagem mais icônica, inspirada em sua mãe, é fruto também das intervenções dela. Paulo cresceu ao lado da irmã Juliana.

https://www.instagram.com/p/CFQTkJjpHWw/?utm_source=ig_web_copy_link

Paulo Gustavo casou-se com o dermatologista Thales Bretas em dezembro de 2015. Dois anos depois em busca de realizar o sonho de ser pai, conta que teria filhos ao lado do marido através de procedimento de barriga de aluguel.

https://www.instagram.com/p/CMX8bSupSZ0/?utm_source=ig_web_copy_link

O casal foi até os Estados Unidos para tentar ter os bebês. Mas, Gael e Flora, que ainda estavam sendo gestados, morreram após um aborto espontâneo em 2017. 

Foi então que, em 2019, optaram por uma nova alternativa, agora com os óvulos de uma única doadora, inseminados com materiais genéticos diferentes, um com o de Thales e outro com o de Paulo. Cada um foi gestado em uma mulher diferente e seus filhos gêmeos, Romeu e Gael, nasceram em 18 de agosto de 2019.

https://www.instagram.com/p/CLncFvtJBDR/?utm_source=ig_web_copy_link

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês