Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Rebeca Andrade ganha duas medalhas em mundial de ginástica

A atleta olímpica volta ao pódio dois meses e meio após Tóquio e faz conquista inédita

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 23 out 2021, 12h06 - Publicado em 23 out 2021, 11h56

Neste sábado, 23, a atleta Rebeca Andrade ganhou duas medalhas no Mundial de Ginástica que acontece em Kitakyushu, no Japão, feito inédito para o Brasil na competição. A também duplamente campeã olímpica levou o ouro no salto e a prata nas barras assimétricas.

Após cravar salto de alta dificuldade e se garantir na segunda apresentação, Rebeca alcançou média de 14,966 pontos abrindo vasta vantagem contra as competidoras e garantindo a medalha de ouro na categoria.

Pouco depois, a atleta fez história ao subir ao pódio pela segunda vez no mesmo campeonato, neste caso pela apresentação nas barras assimétricas, medalha inédita para o Brasil. Rebeca tirou 14,633 pontos, ficando atrás apenas da chinesa Wei Xiaoyuan por 100 pontos após não conseguir ligar um dos movimentos da sequência.

No domingo, a partir das 5h, Rebeca compete por mais uma medalha na final de trave.

Já conquistaram medalhas no evento os atletas Daiane dos Santos, Daniele Hypolito, Jade Barbosa, Diego Hypolito, Arthur Zanetti e Arthur Nory, que também participa da competição este ano.

Assine a Vejinha a partir de 12,90 mensais

Continua após a publicidade

Publicidade