Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Com Covid-19, Luciano lamenta não poder comparecer ao velório do pai

"Em nosso último encontro semana passada, eu senti um forte aperto no peito, foi diferente", disse o cantor

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 nov 2020, 12h45 - Publicado em 24 nov 2020, 12h44

Luciano publicou uma mensagem em suas redes sociais lamentando a morte do pai, Francisco, morto na última segunda aos 83 anos. Na homenagem, ele diz que seu Francisco será seu “eterno amor”. Isolado por conta da Covid-19, o cantor não poderá comparecer ao velório e enterro.

“Não sei se um dia vou saber o porquê de não poder me despedir daquele que me colocou no mundo, daquele que com as suas história e ‘estórias’ me fazia tão bem… não questiono, há muito tempo que já não o faço”, escreveu. “Em nosso último encontro semana passada, eu senti um forte aperto no peito, foi diferente”.

View this post on Instagram

A post shared by Luciano Camargo (@camargoluciano)

Nos comentários, amigos, fãs e famosos mostraram apoio no momento difícil. O perfil da dupla Cecília e Rodolfo pediu que Deus confortasse o coração de Luciano e de toda família. Marcio Kieling, ator que interpretou Zezé em Dois Filhos de Francisco, também se manifestou. “Meus sentimentos, querido amigo! Saiba que sinto muito a partida dele tb… pois sua história mudou a minha! Sinto, mesmo que de longe, fazer parte dessa família incrível! Força!”

Seu Francisco estava há 14 dias internado em um hospital de Goiânia e faleceu em decorrência de uma parada cardiorrespiratória e uma “instabilidade hemodinâmica”. O velório acontece a partir das 10h no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia, e o enterro está previsto para acontecer às 17h. As cerimônias serão restritas à família.

Continua após a publicidade
Publicidade