Em sua maior edição, Lollapalooza leva 72 atrações a Interlagos

O festival ganha um dia extra e tem no line-up bandas como Pearl Jam, The Killers e Red Hot Chili Peppers

Programão para os fãs de música, o festival Lollapalooza 2018 abre o Autódromo de Interlagos às 11 horas do dia 23 batendo um recorde: neste ano, o line-up tem 72 atrações. Espalhados em quatro palcos durante três dias de festa (um a mais que no ano passado), nomes de peso do rock, do rap, do R&B e da música eletrônica, como Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam, The Killers, Lana Del Rey e o DJ Hardwell, devem garantir um público estimado em 300 000 pessoas, superior ao das seis edições anteriores.

Três semanas antes do início da programação, as entradas para sábado e domingo já estavam esgotadas — para quem deixou para a última hora, ainda restam poucos ingressos para sexta, ao custo de 800 reais.

A duração estendida já havia sido testada em 2013, quando não se atingiu a marca dos 180 000 vi sitantes no Jockey Club para ver The Killers (sempre eles), Black Keys e Pearl Jam (outro repeteco deste ano). As novidades de 2018 incluem mudanças no Lolla Lounge, o espaço mais reservado do evento. Desta vez, ele terá postos mais próximos dos quatro palcos, drinques assinados pelo descolado bar Pitico, de Pinheiros (um deles feito apenas para o festival), e comidinhas à vontade, além de transfer e estacionamento inclusos no ingresso.

Com essas mordomias, as últimas entradas para sexta e domingo custam 1 390 reais para cada dia.

GUIA DE SOBREVIVÊNCIA 

Lolla Cashless. A pulseira garante a entrada e serve para fazer compras. É preciso habilitar o acessório no site (www.lollapaloozabr.com/lollacashless-by-next) e fazer a recarga com cartão de crédito. Lembre-se: a pulseira não sai do braço, por isso deixe para colocá-la só quando estiver indo para a festa.

Como chegar? Carro: as vagas para estacionar devem ser compradas antecipadamente, no site. O valor é de 120 reais. Táxi ou Uber: o ponto de encontro costuma ser na Praça Enzo Ferrari, na Avenida Interlagos. Trem: a estação mais próxima ao local é a Autódromo, na Linha 9-Esmeralda.

O que levar? Tênis confortáveis, capa de chuva, câmera portátil, chapéu e óculos escuros.

O que NÃO levar? Estão proibidos garrafas de vidro, latas, embalagens rígidas com tampa, câmeras profissionais, bastões para tirar fotos, guarda- chuvas, cartazes de papelão grosso ou presos em madeira ou hastes rígidas.

Autódromo de Interlagos. Av. Senador Teotônio Vilela, 261, ☎ 4003-5588. Sex. (23), sáb. (24) e dom. (25), a partir das 11h. R$ 800,00 (sex.). As entradas para sábado e domingo já estão esgotadas.

A seguir, confira as principais atrações, divididas por estilo musical, e dicas para aproveitar melhor o passeio.

 

AGENDA CHEIA

Os headliners dos três dias e os destaques das 72 atrações, divididas em estilos que vão do rock à música eletrônica.

ROCK

Red Hot Chilli Peppers. Atração do Rock in Rio no ano passado, o grupo não deu nenhuma canja por aqui. Para a felicidade dos fãs paulistanos, não demorou a ser confirmada a participação dos caras no Lolla. Rodando com a turnê do 11º álbum, The Getaway, eles mantêm a sonoridade do rock funkeado animado com músicas dos discos Blood Sex Sugar Magik, Californication e By the Way, além do último. Palco Budweiser. Sexta (23), 21h10.

Red Hot Chilli Peppers: apresentação na sexta (23)

Red Hot Chilli Peppers: apresentação na sexta (23) (Steve Keros/Veja SP)

Pearl Jam. Remanescente da cena grunge dos anos 90, o Pearl Jam se mantém na constante produção de discos e longas turnês. Na sua última passagem por aqui, em 2015, lotou o Estádio do Morumbi para a apresentação do disco Lightning Bolt. De lá para cá, lançou o documentário Let’s Play Two, com shows na cidade de Chicago. De volta ao país, o grupo liderado por Eddie Vedder deve fazer um repeteco do espetáculo, com Sirens e Yellow Moon, além das clássicas Better Man, Alive e Jeremy. Palco Budweiser. Sábado (24), 21h.

Pearl Jam, que se apresenta no sábado (24)

Pearl Jam, que se apresenta no sábado (24) (Danny Clinch/Veja SP)

 The Killers. Wonderful Wonderful é o quinto álbum de Brandon Flowers e sua turma de Las Vegas. Dele, já é hit The Man, faixa na qual eles falam sobre a arrogância infantil do início da carreira. “Amadurecemos e fizemos um disco mais pessoal”, conta Ronnie Vannucci Jr., baterista da banda. Devem render bons momentos Mr. Brightside, Read My Mind e When You Were Young. Palco Budweiser. Domingo (25), 21h.

Domingo (25) é a vez de The Killers

Domingo (25) é a vez de The Killers (Divulgação/Veja SP)

David Byrne. Nome forte do Talking Heads, Byrne, além de músico, é compositor, diretor de cinema, fotógrafo e referência para as novas gerações, como Selena Gomez. No início deste mês, ele mostrou American Utopia, seu primeiro disco-solo em dez anos. Palco Onix. Sábado (24), 17h15.

David Byrne: músico toca no sábado (24)

David Byrne: músico toca no sábado (24) (Divulgação/Veja SP)

Imagine Dragons. Dona de sucessos como Radioactive e Demons, a turma de Las Vegas aumentou a dosagem dos efeitos eletrônicos e acrescentou pitadas de R&B nas composições do novo álbum, Evolve. Já são hits Thunder, com levada de pista de balada, e Believer. Palco Onix. Sábado (24), 19h25.

Sábado (24) tem Imagine Dragons como uma das atrações

Sábado (24) tem Imagine Dragons como uma das atrações (Divulgação/Veja SP)

LCD Soundsystem. Encabeçado por James Murphy, o grupo é conhecido por adicionar batidas dançantes às criações. Depois de uma pausa de seis anos, a banda reapareceu em 2017 com o disco American Dream e a música Tonite, que lhe rendeu um Grammy. Palco Onix. Sexta (23), 19h35.

LCD Soundsystem: apresentação marcada para a sexta (23)

LCD Soundsystem: apresentação marcada para a sexta (23) (Divulgação/Veja SP)

Liam Gallagher. Ex-líder nervosinho do Oasis, Liam se jogou na carreira-solo em 2016. No ano passado, lançou As You Were. Além de Wall of Glass e For What It’s Worth, devem aparecer sucessos de sua antiga banda no roteiro. Palco Budweiser. Domingo (25), 18h20.

Liam Gallagher: músico faz show no domingo (25)

Liam Gallagher: músico faz show no domingo (25) (Divulgação/Veja SP)

O Terno. Pela segunda vez escalado para o festival, o trio formado por Tim Bernardes, Biel Basile e Guilherme D’Almeida roda com o disco Melhor do que Parece. Estiloso, o grupo foi responsável por dar um novo gás à cena alternativa paulistana, com indie rock de roupagem sessentista, microfonias e bom humor. A trupe deve inserir no repertório Culpa, Volta, Depois que a Dor Passar e Ai, Ai, Como Eu Me Iludo. Palco Axe. Sábado (24), 16h10.

Banda brasileira O Terno toca no sábado (24)

Banda brasileira O Terno toca no sábado (24) (Divulgação/Veja SP)

Ego Kill Talent. Formado por integrantes de bandas como Sepultura e Sayowa, o grupo de stoner rock aborda temas mais filosóficos, como a busca pelo autoconhecimeto, crescimento pessoal e a crítica à vaidade, especialmente no universo artístico. Palco Budweiser. Sábado (24), 14h10.

Ego Kill Talent: formado por integrantes de bandas como Sepultura e Sayowa

Ego Kill Talent: formado por integrantes de bandas como Sepultura e Sayowa (Lucca Miranda/Veja SP)

Ventre. Da cena do indie rock carioca, o jovem trio coloca melodias pesadas, com leve influência de Los Hermanos, em faixas sobre inquietações e desencontros amorosos. Pernas e Bailarina são duas delas. Palco Onix. Sábado (24), 11h50.

A banda carioca Ventre, que toca no sábado (24)

A banda carioca Ventre, que toca no sábado (24) (Hannah Carvalho/Veja SP)

Nem Liminha Ouviu, Selvagens a Procura de Lei, Spoon, Luneta Mágica, Vanguart, Volbeat, Royal Blood, Plutão já foi Planeta, Mac Demarco, Tagore, The National, Kaleo, Tash Sultana, Braza, Milk Chance, The Neighbourhood, Francisco el Hombrel, Metronomy

POP E ELETRÔNICO

Lana Del Rey. Uma das artistas mais aguardadas, a moça lançou Lust for Life. Sua voz melancólica dá vida às letras de tons nacionalistas e discursos sobre a liberdade de ser jovem, até quando a solidão é o sentimento crônico. Palco Onix. Domingo (25), 19h25.

Lana del Rey: apresentação no domingo (25)

Lana del Rey: apresentação no domingo (25) (Divulgação/Veja SP)

Cheat Codes. Bem-humorados e brincalhões, os três DJs ganharam destaque nas pistas com Sex e No Promises, ao lado de Demi Lovato. Perry’s by Doritos. Domingo (25), 17h15.

Cheat Codes: trio de Djs se apresenta no domingo (25)

Cheat Codes: trio de Djs se apresenta no domingo (25) (Divulgação/Veja SP)

Alok. O goiano é destaque no cenário internacional com hits como Hear Me Now e Fuego. Perry’s by Doritos. Sexta (23), 22h.

Alok: dj anima público na sexta (23)

Alok: dj anima público na sexta (23) (Divulgação/Veja SP)

Zara Larsson. Queridinha da cena pop dançante, a sueca fez sua estreia para a fama aos 10 anos, quando venceu um show de talentos. Aos 20, arrebata os fãs com Lush Life e TG4M. Palco Axe. Sexta (23), 18h30.

Zara Larsson: pop dançante no dia 23

Zara Larsson: pop dançante no dia 23 (Divulgação/Veja SP)

Hardwell. O DJ holandês de house figura entre os cinco melhores do mundo. Devem entrar no set list Spaceman e Apollo, de seu disco Hardwell & Friends. Perry’s by Doritos. Domingo (25), 20h55.

DJ holandês de house figura entre os cinco melhores do mundo

DJ holandês de house figura entre os cinco melhores do mundo (Rein Kooyman/Veja SP)

Mallu magalhaes, Oh Wonder, Sevenn, Kyle Watson, Ftampa, Shiba San, What So Not, Alison Wonderland, Dvbbs, Galantis , Liniker e os Caramelows, Jesuton, Kygo, Devochka, Gustavo Motta, Whthan, Louis the Child, Mac Miller, Nghtmre, Deorro, Yellow Claw, Dj Snake, Sofi Tuker, Mahmundi, Tie, Tropikillaz, Jord, Jetleg, Car dealers, Thomas Jack, Allan Awaker, Dillon Francis

RAP E R&B

Mano Brown. No fim de 2016, o líder do Racionais MC’s se desvencilhou do grupo e mostrou seu álbum-solo, Boogie Naipe. Nele, em vez do rap, Mano passeou por estilos como o funk e o soul setentista. Os temas também se expandiram para paixões e festas com essa trilha. Dance, Dance, Dance pode surgir no roteiro. Palco Axe. Sábado (24), 18h20.

Mano Brown: rapper se apresenta no sábado (24)

Mano Brown: rapper se apresenta no sábado (24) (Divulgação/Veja SP)

Khalid. Com a mistura R&B e pop, o rapaz de 20 anos já teve cinco indicações ao Grammy. Young Dumb & Broke e Location são dois de seus hits. Palco Onix. Domingo (25), 17h15.

Khalid: mistura de R&B e pop no domingo (25)

Khalid: mistura de R&B e pop no domingo (25) (Divulgação/Veja SP)

Rincon Sapiência. O rapper faz o show do elogiado disco Galanga Livre, com o hit Ponta de Lança. Palco Budweiser. Sexta (23), 14h30.

O rapper e compositor Rincon Sapiencia

O rapper e compositor Rincon Sapiencia (Renato Stockler/Veja SP)

Chance the rapper. Em Coloring Book, o músico suavizou suas criações: deixou drogas de lado e deu tom gospel às faixas. Blessings é uma delas. Para dançar, tem All Night. Palco Budweiser. Sexta (23), 18h30.

Chance the Rapper faz show na sexta (23)

Chance the Rapper faz show na sexta (23) (Zoe Rain/Veja SP)

Tyler, the creator. Polêmico, o cantor é conhecido por suas rimas nervosas. Em Flower Boy, o mais recente e elogiado disco, as letras vêm embaladas em batidas sofisticadas do rap. Palco Axe. Domingo (25), 18h20.

O polêmico rapper se apresenta no domingo (25)

O polêmico rapper se apresenta no domingo (25) (Divulgação/Veja SP)

Anderson paak, Whiz khalifa

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s