Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Na TV, Dani Calabresa desabafa sobre acusações de assédio contra Melhem

"O que me ajudou a colar os pedaços foi o trabalho. O trabalho me salvou", disse a humorista

Por Redação VEJA São Paulo 4 mar 2021, 10h44

Dani Calabresa falou pela primeira vez sobre as acusações de assédio contra o ex-chefe Marcius Melhem durante o programa Saia Justa, do GNT, da última quarta-feira (3). A humorista disse que precisou se apegar ao trabalho e aos amigos para seguir em frente.

“O que me ajudou a colar os pedaços foi o trabalho. O trabalho me salvou. Eu tenho porque acordar. Eu tenho porque tomar banho. Eu tenho que lembrar quem sou. Os amigos, família, terapia, também. Mas o trabalho foi o que mais salvou”, contou ela.

Dani disse ainda que foi o próprio trabalho o que a fez adiar denúncias contra Melhem. “Por causa do trabalho eu não reagi antes. Eu tinha tanto medo de sofrer. Tinha medo de sofrer um boicote. O assédio é um assunto tão assustador que a gente tenta fingir que é normal. Você segue como você consegue. Fingindo normalidade, tentando ser legal, demonstrando uma gratidão excessiva. Mas chega uma hora que isso começa a fazer tão mal que você tem que arrebentar a tampa desse caldeirão”.

Ela também se defendeu de acusações por parte de Melhem de que o tratava de maneira íntima. “Nada autoriza assédio. Nenhuma brincadeira, nenhuma mensagem autoriza assédio. Naquele dia foi carinhosa, riu, bebeu, não interessa. Ninguém tem o direito de forçar o contato físico com ninguém. É preciso permissão. É muito difícil lidar com tudo isso, organizar o pensamento. Estou com meus pedaços colados, estou leve. E na terapia.” 

Os supostos episódios de assédio envolvendo Dani Calabresa e Marcius Melhem teriam acontecido em 2017, mas foram revelados publicamente em detalhes em reportagem de dezembro do ano passado da revista Piauí. Então diretor da Globo, Melhem teria forçado um beijo após agarrá-la, entre outros episódios.

Ele nega as acusações e diz que o relato é mentiroso. Segundo o ex-diretor, ele se desentendeu com a atriz por motivos profissionais e não por abusos, e que Dani Calabresa move “um processo de vingança”.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade