Clique e assine com até 89% de desconto

Estação Júlio Prestes ganha obra de arte de músico da Sala São Paulo

Trabalho passa a fazer parte da grande lista de obras da CPTM e Metrô: conheça destaques da coleção

Por Veja São Paulo Atualizado em 27 dez 2016, 17h48 - Publicado em 18 Maio 2016, 19h50

O violoncelista Bráulio Lima é um entre os milhões de paulistanos que se locomovem diariamente de CPTM e metrô pela cidade. Músico da Osesp há 32 anos, Lima desembarca todos os dias na Estação Júlio Prestes da CPTM, para chegar na Sala São Paulo, onde ocorrem seus ensaios e concertos. Artista plástico nos momentos de folga, ele não deixa de reparar nas obras de arte que ficam espalhadas pelas estações: só no metrô, 91 trabalhos estão instalados em 37 diferentes estações da cidade.

Em suas passagens pelos trilhos da metrópole, Lima vai agora dar diariamente de cara com uma obra assinada por ele mesmo. Ele cedeu um de seus móbiles para a Estação Júlio Prestes. A instalação de 4 metros será entregue no próximo sábado (21), às 11h. O músico profissional se interessa por artes plásticas desde a adolescência –  quando conheceu os grandes móbiles do americano Alexandre Calder.

 + Restaurantes que ficam perto do metrô

Você já parou para reparar nas obras de arte espalhadas pelos trilhos de São Paulo? Como Lima, você também pode tornar pública sua produção: conheça os projetos da CPTM e do Metrô voltados para ações artísticas nos trilhos de São Paulo.

 

 

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade